Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CONTRA COVID-19

Em meio a guerra de Doria e Bolsonaro, CNN Brasil lança campanha por vacinação

Reprodução/CNN Brasil

Gonçalo Vecina em vídeo da CNN Brasil

Gonçalo Vecina, ex-diretor da Anvisa, em vídeo da campanha da CNN Brasil em defesa pela vacina contra Covid-19

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 8/1/2021 - 14h17

A CNN Brasil dá início nesta sexta-feira (8) à segunda fase de sua campanha em defesa da vacina contra a Covid-19. Em meio à guerra política travada via imprensa entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo João Doria, o canal jornalístico exibirá vídeos antes de todos os seus intervalos comerciais falando sobre a importância da vacinação.

Batizada de CNNPelaVacina, a segunda parte da campanha colocará as maiores autoridades em saúde pública do país para alertar a população sobre os perigos de não tomar os cuidados devidos e a importância de vacinar a família.

A primeira fase da campanha começou em 24 de dezembro com três frentes, todas veículadas na TV, no site e nas redes sociais da CNN Brasil. O canal pago ainda criou o Painel da Vacina CNN, com informações atualizadas sobre o vírus em território nacional e em outros países.

Na quinta (7), o Instituto Butantã, em parceria com o governo de São Paulo, revelou que a CoronaVac tem 78% de eficácia para casos leves do novo coronavírus e 100% para casos graves. De acordo com o planejamento divulgado inicialmente por João Doria, a intenção da equipe de saúde é dar início à vacinação no Estado em 25 de janeiro.

Confira abaixo um dos vídeos da campanha criada pela CNN Brasil. Nele, o ex-diretor da Anvisa Gonzalo Vecina dá detalhes sobre a produção da vacina no país e explica que não há divergências políticas no assunto:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?