Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SINAIS DE DESGASTE

Em má fase, realities culinários de Globo, SBT e Band empacam no Ibope

REPRODUÇÃO/TV GLOBO/SBT/BAND

Montagem de fotos com os apresentadores de realities culinários: Claude Troisgros, Tiago Abravanel e Ana Paula Padrão

Claude Troisgros, Tiago Abravanel e Ana Paula Padrão no comando dos realities culinários da TV aberta

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 19/11/2019 - 5h23

Apostas de Globo e SBT para suas respectivas linhas de show noturnas em 2019, Mestre do Sabor e Famílias Frente a Frente estão com desempenho ruim no Ibope. Já o MasterChef, apesar de ser o reality culinário de maior repercussão no Brasil, sofre com os excessos de temporadas no mesmo ano e já perdeu até o posto de programa mais visto da Band.

Com seis episódios já exibidos e 18,8 pontos de média na Grande São Paulo, o programa de Claude Troisgros é o que atrai menos audiência depois de A Dona do Pedaço. No ar às quintas, o Mestre do Sabor tem desempenho pior do que os filmes da Tela Quente (segundas), a série Segunda Chamada (terças), o futebol (quartas), o Globo Repórter (sextas) e até do que o Zorra (sábados).

Na estreia, em 10 de outubro, o primeiro reality de gastronomia da Globo registrou 18,7 pontos no Ibope, o que representou uma queda drástica em relação à audiência que o The Voice Brasil conseguiu na temporada deste ano, exibida no mesmo dia e horário. O programa musical teve média geral de 25,1 pontos. Ou seja, a Globo perdeu mais de seis pontos de uma semana para outra.

Desde então, o Mestre do Sabor empacou no Ibope e oscilou entre 18,5 e 20,2 pontos. Até chegar ao seu pior desempenho na última quinta (14), quando marcou apenas 17,0 --desde 18 de abril, quando Se Eu Fechar Os Olhos Agora marcou 16,8 pontos após O Sétimo Guardião, a Globo não tinha um resultado tão ruim nesse dia da semana depois das novela das nove.

No SBT, acontece um fenômeno semelhante com o Famílias Frente a Frente (FFF), que começou sua primeira temporada em 11 de outubro. A atração apresentada por Tiago Abravanel às sextas até estreou dentro da média do SBT para o horário, com 7,8 pontos, mas foi perdendo público.

Antes do FFF, o SBT exibia a Tela de Sucessos, que teve média de 8,1 pontos nas quatro últimas semanas antes de sair do ar. Já as cinco edições do reality culinário estão com média de 6,5 pontos.

Nem mesmo o MasterChef consegue repetir os números de audiência de antes. No ar de março a agosto, a sexta temporada do programa da Band passou a ser mostrada aos domingos. Não deu certo. A atração ficava apenas na quinta colocação, atrás de Globo, SBT, Record e RedeTV!, e chegou ao fim com 3,6 pontos de média geral, a pior da história do reality.

Apesar de ter menos público, a emissora optou por exibir uma outra temporada da competição culinária ainda neste ano. Dessa vez, voltou às terças, seu dia de maior sucesso. Mas a edição intitulada de A Revanche não consegue passar dos 3,5 pontos de média na Grande São Paulo --nos tempos áureos, o programa chegou a dar 10,2 pontos e liderar no Ibope.

Além de Globo, SBT e Band, a Record também já teve um reality show gastronômico flopado em 2019. A primeira temporada do Top Chef Brasil contou com 13 episódios. A estreia, em 3 de abril, deu 6,6 pontos de audiência. Ao longo das semanas, foi perdendo audiência e fechou com 5,7 de média.

A final, em 26 de junho, marcou apenas 5,6 pontos no Ibope da Grande São Paulo e foi menos vista do que a reprise de Caminhos do Coração (6,2), novela dos mutantes que é exibida à tarde.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?