Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CARIOCA FORA DA TV

Em guerra com Flamengo, Globo abre mão de 2,2 milhões de espectadores no Rio

VITOR SILVA/BOTAFOGO

O meia Honda corre de adversário da Portuguesa em jogo do Campeonato Carioca

Honda (à esq.) escapa de jogador da Portuguesa em partida transmitida pela Globo: a última do Carioca

REDAÇÃO

Publicado em 2/7/2020 - 17h05

Último jogo da Globo antes de desistir de transmitir o Campeonato Carioca, o empate entre Portuguesa-RJ e Botafogo na quarta (1º) marcou 18,1 pontos na Grande Rio de Janeiro, o que representa média de 2,2 milhões de telespectadores na região, de acordo com os critérios do Ibope. Os dados são consolidados. Foi desse público que a emissora abriu mão na guerra que trava com o Flamengo.

O jogo do Botafogo ainda foi exibido em outras praças da Globo no Brasil: Espírito Santo, Juiz de Fora (MG), Distrito Federal, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe, o que proporciona um alcance ainda maior para o confronto. A partida também foi ao ar no SporTV na TV paga e no Premiere pelo pay-per-view.

No mesmo horário de Portuguesa-RJ x Botafogo na quarta, a transmissão de Flamengo x Boavista pela FlaTV nas redes sociais bateu recorde de audiência e se tornou a live esportiva que mais atraiu espectadores simultâneos no YouTube, com 2,1 milhões de visualizações ao mesmo tempo. Um número alto para uma exibição online, mas ainda distante do alcance da TV aberta.

Somando YouTube, Facebook e Twitter, o jogo do Rubro-Negro chegou a atrair mais de 2,2 milhões simultâneos no mundo todo, o que o coloca na condição de maior transmissão esportiva da web.

Apesar do alcance do Campeonato Carioca na TV, a Globo anunciou nesta quinta-feira (2) que rescindiu o contrato que mantinha com a FERJ (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) e com os 11 clubes do Campeonato Carioca, mas manterá os pagamentos desta temporada.

"No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem, quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista. De acordo com o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Campeonato Carioca. A Federação e onze clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo", justificou a emissora no comunicado de rescisão.

Leia abaixo a nota da Globo na íntegra:

A Globo anunciou hoje que não vai mais transmitir o Campeonato Carioca. A emissora rescindiu o contrato que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e com os Clubes, mas manterá os pagamentos desta temporada.

No entendimento da Globo, o contrato foi violado ontem, quando a FlaTV exibiu ao vivo a partida entre Flamengo e Boavista. De acordo com o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Campeonato Carioca. A Federação e onze Clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo.

Na ocasião da assinatura e por várias temporadas em que o contrato foi cumprido, a legislação brasileira previa que, para a transmissão de qualquer partida, era necessária a obtenção de direitos dos dois Clubes envolvidos. Legalmente, ninguém poderia transmitir os jogos do Flamengo no Carioca e só a Globo poderia transmitir os demais.

No dia 18 de junho, a Presidência da República editou a Medida Provisória 984, passando ao mandante dos jogos os direitos de transmissão. O Flamengo se baseou nessa MP para transmitir a sua partida ontem no Maracanã. A Globo entende que a Medida Provisória não poderia alterar um contrato celebrado antes de sua edição e protegido pela Constituição.

Como a Federação de Futebol do Rio de Janeiro e os demais Clubes não foram capazes de garantir a exclusividade prevista no contrato, não restou à Globo outra alternativa além da rescisão e o encerramento das transmissões dos jogos do Carioca - incluindo os três jogos de hoje que encerram a quinta rodada da Taça Rio e que seriam exibidos no Sportv e no Premiere."

"A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas e entende a importância do esporte para Clubes, jogadores, marcas e torcedores. Exatamente por isso, apesar da decisão de rescindir o contrato imediatamente, a Globo está disposta a fazer os pagamentos restantes desta temporada, em nome da sua parceria histórica com o futebol e da sua boa relação com as equipes.

"Mas acredita que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros."

Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Traída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabem

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas