LUTO

Dono de afiliadas da Globo no interior de SP, J. Hawilla morre aos 74 anos

Reprodução/TV TEM

O empresário J. Hawilla, dono de afiliadas da Globo no interior de São Paulo, morreu nesta sexta (25) - Reprodução/TV TEM

O empresário J. Hawilla, dono de afiliadas da Globo no interior de São Paulo, morreu nesta sexta (25)

REDAÇÃO - Publicado em 25/05/2018, às 11h55

Morreu na manhã desta sexta (25), aos 74 anos, o empresário e jornalista J. Hawilla, dono da TV TEM, afiliada da Globo em quatro regiões do interior de São Paulo: Sorocaba, Bauru, São José do Rio Preto e Itapetininga. Ele estava internado desde segunda (21) no hospital Sírio-Libanês, com problemas respiratórios.

Recentemente, Hawilla ganhou os noticiários como principal delator do escândalo da Fifa, sobre corrupção na compra de direitos de transmissão de torneios esportivos. As denúncias do empresário ao FBI culminaram na prisão do ex-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), José Maria Marin.

O empresário também foi condenado por sua participação no esquema, mas fez um acordo com a Justiça norte-ameircana e, além da delação, se comprometeu a pagar US$ 151 milhões (R$ 551 milhões) para aguardar a sua sentença em liberdade. Em fevereiro, devido aos problemas de saúde, foi autorizado a voltar para o Brasil.

Além dos problemas respiratórios, Hawilla lutava contra um câncer na garganta. Há duas semanas, passou mal durante um voo entre São Paulo e São José do Rio Preto, cidade onde nasceu e passava boa parte do seu tempo.

De empregado a patrão
Descendente de libaneses, José Hawilla começou sua carreira como jornalista esportivo em 1958, na Rádio Rio Preto. Migrou para a televisão ao ser contratado pela Bandeirantes, em 1967. Também trabalhou na Globo e na Record e fez fortuna vendendo placas de publicidade em estádios e direitos de transmissões esportivas.

Em 2003, já empresário de destaque na área esportiva, adquiriu quatro afiliadas da Globo no interior: TV Aliança Paulista (Sorocaba), TV Itapetininga (Itapetininga), TV Modelo (Bauru) e TV Progresso (São José do Rio Preto).

Ele uniu as quatro em um esquema de rede, com o lançamento da TV TEM _cada região produz os próprios telejornais, mas todas compartilham programas como o rural Nosso Campo e o jovial Revista de Sábado.

Hawilla também criou a rede de jornais Bom Dia, presente nas cidades do interior que também exibiam a TV TEM. Na capital paulista, comprou em 2009 o Diário de S. Paulo (antigo Diário Popular), que vendeu em 2013.

J. Hawilla deixa a mulher, três filhos e seis netos. Um dos seus herdeiros, Stefano, é casado com a ex-modelo e apresentadora Isabella Fiorentino, que comanda o Esquadrão da Moda no SBT.

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook