Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DÁ PRA ACREDITAR?

De papa-defunto a imitador de jumento: os apresentadores mais bizarros da TV

REPRODUÇÃO/RECORD E BAND

Amaro Neto, da Record Espírito Santo, e Val Santos, da Band Paraná, são os expoentes das bizarrices locais - REPRODUÇÃO/RECORD E BAND

Amaro Neto, da Record Espírito Santo, e Val Santos, da Band Paraná, são os expoentes das bizarrices locais

GABRIEL SOUZA

Publicado em 1/10/2018 - 6h05

Já imaginou um telejornal em que o apresentador promove entre seus repórteres uma competição para ver quem consegue flagrar mais pessoas mortas em menos tempo? E um âncora que imita um jumento, faz raves e toca uma buzina de forma ensandecida todas as sextas-feiras? Essas são apenas algumas das bizarrices promovidas pelas afiliadas das maiores emissoras da TV brasileira em seus horários de produção regional.

Titular de dois noticiários na Band do Paraná, Val Santos é praticamente um papa-defunto. Seu programa na hora do almoço, o Val Santos na Band, dura 1h20min e não tem roteiro. Repórteres perseguem ao vivo veículos do Instituto Médico Legal e fazem rondas por Curitiba em busca dos crimes mais macabros.

Na Record do Espírito Santo, Amaro Neto mais faz show do que informa. Ele ocupa boa parte das duas horas da versão capixaba do Balanço Geral com dancinhas constrangedoras e cantando "Eu gosto de mamar nos peitos da cabritinha". No Estado, o programa chega a ter mais público do que a novela das nove da Globo _mesmo indo ao ar ao meio-dia.

Confira o top 10 dos apresentadores mais bizarros da TV regional: 

Amaro Neto, da Record (ES)
Virou meme em 2009, quando promoveu uma rave ao vivo no Balanço Geral. O fenômeno lhe rendeu uma passagem pelo Brasil Urgente Minas entre 2012 e 2014. De volta para o Espírito Santo, filiou-se ao PRB e investiu cada vez mais na bizarrice. Canta músicas de duplo sentido e imita um jumento no ar. Atualmente, disputa uma vaga na Câmara dos Deputados. 

Val Santos, da Band (PR)
Titular da edição regional do Brasil Urgente, ganhou destaque em julho, quando assumiu a faixa do meio-dia na emissora. No Val Santos na Band, mostra cadávares sem nenhum pudor e incentiva repórteres a perseguirem os rabecões do IML pela cidade. Quando não consegue flagrantes de "CPFs baixados", sorteia canecas e bate papo nas redes sociais. 

Beto Rego, da Record (PI)
Contratado pela TV Antena 10 em 2015, Beto Rego é uma espécie de Ratinho do Piauí. Filiado ao PSB, é um dos nomes mais conhecidos em Teresina. Em 2012, quase virou prefeito da cidade. Âncora do Balanço Geral, promove testes de DNA, canta, rebola e se veste de mulher. Em protesto ao crescimento nos índices de criminalidade, já até apresentou o jornal em um caixão. 

Augusto Medeiros, do SBT (MG)
Ex-repórter do Brasil Urgente, apresentado por José Luiz Datena, foi contratado pela TV Alterosa em 2016. À frente do Alterosa em Alerta, exibido às 19h20, conquistou o público ao lado de um elefante inflável e fazendo imitações de cantores famosos. Já performou os clássicos de Roberto Carlos e, mais recentemente, encarnou Gretchen (foto). 

Leandro Rui, da Record (MT)
Completamente gago, Rui não consegue nem mesmo apresentar as reportagens do Balanço Geral de Lucas do Rio Verde, cidade de Matro Grosso, sem repetir o texto várias vezes. Para tentar chamar a atenção da audiência, canta e dança usando óculos escuros. Quando considera uma notícia importante, toca uma buzina para alertar os telespectadores (foto). 

Messias da Gente, do SBT (PB)
O jornalista, que na verdade se chama Manoel Nogueira, se destacou ao apresentar o Balanço Geral de Catalão (GO), na Record. Lá, abria o programa berrando que levaria "alegria, notícia e amor sem limites" aos telespectadores. Logo depois, dançava os hits do momento (foto). Em 2017, foi contratado pela afiliada paraibana do SBT para fazer exatamente o mesmo. 

Sérgio Murilo, da Record (MA)
Titular da versão maranhense do Balanço Geral, Sérgio Murilo aposta mais no entretenimento do que na informação. Abre o programa fazendo uma performance de A Casa É Sua, de Arnaldo Antunes, e sarrando no cenário de papelão (foto). Enfático ao dizer que não se considera famoso, já chegou a apresentar chamadas do jornal usando um saco de lixo na cabeça. 

Sikêra Junior, da RedeTV! (PB)
Conhecido por rogar praga para os usuários de maconha em 2016, o apresentador de 51 anos ganhou fama no SBT de Alagoas. Mudou de Estado e de emissora em fevereiro, mas não alterou sua essência: continua amaldiçoando usuários de drogas e criminosos. Em junho, foi alvo de protestos por dizer ao vivo que "mulher que não pinta a unha é sebosa". 

Roberto Salum, da Record News (SC)
O jornalista de 61 anos finge estar possuído por um espírito para dançar músicas árabes (foto) no Giro Policial, programa da Record News de Florianópolis. Quando termina, ajeita seu terno dizendo que dança "para honrar as origens de seu sobrenome". Antes da Record News, Salum apresentava o Balanço Geral Manhã. É candidato ao Senado pelo PMN. 

Mônica Lima, da Record News (MA)
A afiliada do canal de notícias exibe nas noites de sexta o programa Sem Vergonha. De tão diferente e inusitada, a atração virou cult. Nela, Mônica visita sex shops, ensina a usar brinquedos sexuais e responde a dúvidas dos telespectadores. Sem pudor, chegou a dar uma aula de sexo anal, enquanto o GC estampava a frase "botando o c* na roda" (sem censura). 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?