Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO BRASIL URGENTE

Datena justifica plano de candidatura por 'conexão espiritual' com prefeito de SP

REPRODUÇÃO/BAND

Imagem de José Luiz Datena no cenário do Brasil Urgente

José Luiz Datena no Brasil Urgente desta quinta-feira (13); apresentador falou sobre conexão espiritual com Bruno Covas

REDAÇÃO

Publicado em 13/8/2020 - 17h55

José Luiz Datena justificou seu plano de candidatura à vice-prefeitura de São Paulo por uma "conexão espiritual" com o prefeito Bruno Covas (PSDB-SP). No Brasil Urgente desta quinta-feira (13), o jornalista afirmou que recebeu o apoio do político quando realizou uma cirurgia no coração, no início do ano.

Na passagem de bastão do Melhor da Tarde para o Brasil Urgente, Datena disse a Cátia Fonseca que irá jantar com um amigo importante nesta noite, mas não revelou quem seria a tal pessoa. "É um amigo muito querido. Vou falar logo quem é, é o Bruno, nosso querido Bruno Covas. A gente faria uma chapa, ele prefeito e eu vice, mas não deu certo. Vamos fechar de uma maneira positiva", comentou ele.

"Gosto muito do Bruno. Eu sairia mais candidato a político porque gosto demais dele", complementou o apresentador. Cátia questionou se o prefeito é "boa gente" e foi prontamente respondida por Datena: "Nossa, bom demais! E eu tive passagens com ele que são espirituais".

O jornalista explicou que quando realizou uma angioplastia no coração, no início deste ano, recebeu o apoio do político, que também estava no hospital para a realização de um tratamento contra um câncer na cárdia, região de transição entre o êsofago interior e o estômago.

"Ele me ajudou demais espiritualmente, mentalmente. [Ele tem] empatia e eu estava com medo terrível de colocar aquelas molinhas no coração, os stents, e ele falou assim: 'Olha, você veio aqui. Eu tô enfrentando a doença numa boa'. Quando eu vi ele enfrentar a doença com coragem [me deu força]. Vou encerrar esse ciclo, claro que vou continuar sendo amigo do Bruno, só não vou entrar na política. Tudo que termina bem é porque tem gente boa envolvida", afirmou Datena.

Em seguida, o comunicador mandou um abraço para o governador de São Paulo João Doria (PSDB-SP) e mandou uma alfinetada para ele, que está com Covid-19. "Ele disse que não tem sintoma nenhum e que não tá com medo. Aqui que você não tá com medo", provocou, enquanto piscava o olho para a câmera.

Na última terça-feira (11), o jornalista desistiu, pela terceira vez, de entrar na política. "Eu tinha que escolher entre os políticos e o Jhonny Saad, a família Saad e a casa e eu escolhi a casa. Eu preferi a história da Bandeirantes", confessou ele no programa na respectiva data.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?