NOS PALCOS

Crise de saúde de Silvio Santos inspira musical que busca o público do SBT

Fotos: Adriano Dória/Divulgação

Os atores Velson D'Souza e Bianca Rinaldi, caracterizados como Silvio Santos e Iris Abravanel, em cena do musical Silvio Santos Vem Aí

Silvio (Velson D'Souza) e Iris (Bianca Rinaldi) recebem notícia ruim de médico em cena do musical

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 13/03/2020, às 05h11

Um dos momentos mais difíceis da vida de Silvio Santos virou o ponto de partida para uma grande celebração de sua carreira. O musical Silvio Santos Vem Aí, que estreia nesta sexta (13) em São Paulo, revisita toda a trajetória do comunicador (de jovem camelô a dono dos domingos na TV) a partir de uma crise de saúde que o tirou do ar em 1988.

"Como ele tem uma carreira muito longa, eu não sabia que recorte dar para a história. Aí, me lembrei das quatro semanas em que o Silvio Santos ficou sem voz e teve de sair do ar. E a gente recupera isso no musical. Ele vai fazer a cirurgia, começa a delirar e relembra programas, pessoas, eventos", conta Emílio Boechat, que assina o roteiro do espetáculo juntamente com Marilia Toledo (também diretora).

O problema nas cordas vocais foi o principal motivo para Silvio Santos barrar a ida de Gugu Liberato (1959-2019) para a Globo, em 1988. Na época, o cantor de Pintinho Amarelinho tinha assinado com a emissora líder de audiência e se preparava para estrear aos domingos.

Porém, durante as quatro semanas em que ficou fora do ar, Silvio foi obrigado a substituir seu dominical por enlatados, e a audiência desabou. Como no ano anterior ele já tinha retirado um tumor benigno do olho, tomou a decisão de diminuir seu ritmo de trabalho e foi atrás de Gugu na concorrente para lhe oferecer uma parte da programação do dia mais nobre da semana. Liberato topou e sequer chegou a aparecer na grade da Globo --Fausto Silva foi contratado em seu lugar.

Caravanas e Mara Maravilha

Fãs do SBT que forem ao 033 Rooftop, onde Silvio Santos Vem Aí será encenado, vão se sentir nos estúdios da emissora. Todo o espaço foi montado para simular um programa de auditório --e o público faz as vezes de plateia, com direito a lanchinho e pompom para sacudir aos versos "Lá, lá, lará! Hey!" da música que dá nome à peça.

Sonia Lima, Aracy de Almeida, Pedro de Lara e Wagner Montes: Show de Calouros no palco

A diretora Fernanda Chamma adianta que o clima de Topa Tudo por Dinheiro e Show de Calouros vai se estender aos espectadores. "Pelo que temos observado da venda de ingressos, nosso público será em sua maioria de caravanas. Esse teatro vai literalmente virar um auditório do SBT", conta ela.

Em um momento do musical que simula o Qual É a Música?, um microfone será colocado no meio da plateia para que ela tente adivinhar os artistas tocados. Atores também serão plantados na multidão caso nenhum pagante se preste a adivinhar.

Ao longo da temporada, convidados que tiveram e têm papel marcante na vida de Silvio vão fazer participações especiais em uma ou outra sessão. "O Ivo Holanda vem, a Mara Maravilha também. O Gilliard, acho que a Sonia Lima com certeza vem também [o filho dela, Diego Montez, está no elenco]. Quero que o Décio [Piccinini] apareça, quero uma grande festa", diz Fernanda.

Com isso, o espetáculo, que é repleto de marcações rígidas de luz e som, precisará de um pouquinho de improviso também. "É uma bagunça organizada (risos). Tudo foi muito desenhado, por isso foi tão trabalhoso. O convidado tem uma luz especial e vai fazer a cena dele naquele espaço", explica Fernanda, que não gosta de nada fora do lugar. "A ordem é um respeito à plateia, é uma maneira de agradecer a quem vai ao teatro para conferir esse trabalho. Não dá para ser tudo improvisado!", sentencia.

O musical Silvio Santos Vem Aí fica em cartaz no 033 Rooftop, em cima do Teatro Santander, na Vila Olímpia, até 17 de maio. São cinco sessões por semana: sextas, às 20h30; sábados, às 15h e às 20h30; e domingos, às 15h e às 20h.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook