Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ISABELE BENITO

Contra assédio da Record, SBT renova com âncora do Rio até 2023

Reprodução/SBT

A jornalista Isabele Benito apresenta o telejornal SBT Rio, exibido na hora do almoço na capital carioca - Reprodução/SBT

A jornalista Isabele Benito apresenta o telejornal SBT Rio, exibido na hora do almoço na capital carioca

GABRIEL VAQUER

Publicado em 11/4/2019 - 6h06

Para evitar o assédio da Record, o SBT antecipou em alguns meses a renovação de contrato da jornalista Isabele Benito, principal apresentadora da emissora no Rio de Janeiro e âncora do telejornal exibido na hora do almoço. O vínculo dela só chegaria ao fim no segundo semestre, mas ela agora será exclusiva da emissora de Silvio Santos até junho de 2023.

A renovação por longo prazo é para evitar que a Record corra atrás do principal nome do SBT carioca. Isabele está na emissora desde 2009, quando chegou como repórter. Virou âncora em 2013, sendo reconhecida por ter uma opinião forte; chegou a irritar convidados do telejornal que apresenta por isso.

Isabele já foi assediada duas vezes pela Record, mas preferiu continuar no SBT. Ela era querida por Wagner Montes (1954-2019), na época o principal nome da concorrente no Rio. Montes até mandava beijos para a colega no ar.

Além do SBT Rio, Benito também dá passos na área de entretenimento. Ela apresenta um reality culinário local nas tardes de sábado, além de fazer, com frequência, reportagens para o programa dominical de Eliana exibidas para todo o país.

O telejornal que ela apresenta, o SBT Rio, bate de frente com o Balanço Geral, da Record, na primeira hora. Isabele e as notícias que apresenta impedem que a audiência da concorrente dispara. A Record, então, não consegue passar dos 6 pontos entre 12h e 13h.

Em 2018, por exemplo, o SBT venceu a Record na hora do almoço por 6,4 a 5,8 na média anual. Em 2019, havia um empate até o mês de fevereiro: 6,3 para ambos os programas.

O programa também ajudou na eleição do atual governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Até junho do ano passado, o ex-juiz federal era comentarista do SBT. Em outubro, ele foi eleito com 59,87% dos votos. Por gratidão, Witzel deu a sua primeira entrevista como governador para o jornalístico.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?

Sim, 2017 é logo ali
21.50%
Não, a novela merece ganhar esse espaço atual
18.71%
Vacilaram, tinham outras opções
42.04%
Não vejo, não sou capaz de opinar
17.75%