SUCESSO

Com tragédia e filmes em alta, Record tem melhor janeiro de sua história

Reprodução/Record

O jornalista Rodrigo Vianna no meio da lama de Brumadinho em reportagem para o Jornal da Record - Reprodução/Record

O jornalista Rodrigo Vianna no meio da lama de Brumadinho em reportagem para o Jornal da Record

REDAÇÃO - Publicado em 02/02/2019, às 06h52

Embalada pelo investimento em jornalismo, tanto nas coberturas policiais do Cidade Alerta quanto na tragédia em Brumadinho, a qual foi a primeira emissora a noticiar, a Record teve o melhor mês de janeiro de sua história. Os filmes da saga Velozes & Furiosos, exibidos na ordem nas noites de quarta-feira, também ajudaram a elevar a média mensal da emissora.

Segundo dados obtidos pelo Notícias da TV, a Record marcou 5,4 pontos na média 24 horas do chamado PNT (Painel Nacional de Televisão), que mede a audiência das 15 principais regiões do país. Foi ainda melhor na chamada média do dia, que considera programas exibidos entre as 7h da manhã e a meia-noite: nesse intervalo, a rede de Edir Macedo registrou média de 7,1 pontos.

Os índices representam aumentos de, respectivamente, 20% e 21% em relação a janeiro do ano passado, quando teve média de 4,5 na média 24 horas e 5,9 na média do dia --os números da Record caem quando a madrugada entra no cálculo, pois a faixa é ocupada por programas religiosos da Igreja Universal.

Além do sucesso do Cidade Alerta e do Balanço Geral (que provocou, inclusive, a morte apressada do Vídeo Show), a Record também tem ido bem na faixa da manhã com a revista de variedades Hoje em Dia, que tem exibido edições inéditas e também apostado bastante em cobertura jornalística.

Na última quarta (30), o programa de Ana Hickmann, César Filho, Renata Alves e Ticiane Pinheiro bateu a Globo, com 5,9 pontos contra 5,7. Na faixa, a rival exibiu o Mais Você, o Bem Estar e o início do Encontro. Curiosamente, foi justamente nesse dia que Ana Maria Braga estreou o Momento Vídeo Show.

Os filmes da franquia Velozes & Furiosos, que sempre conseguem bons números, também renderam à Record índices melhores do que outros longas conseguem na faixa. O primeiro longa marcou 9,0 pontos; enquanto o segundo marcou 10,3; já Velozes & Furiosos 3 teve média de 9,3; e o quarto filme, exibido no dia 30, foi o mais fraco da sessão, com "apenas" 8,6 --ainda assim, acima da média da emissora.

A Record nunca teve um janeiro tão bom em sua história na média do dia. Seu melhor desempenho até então tinha sido registrado no primeiro mês de 2009, quando fechou com índice de 7,0, um décimo abaixo da atingida neste ano.

Na média 24 horas, que considera as madrugadas, janeiro de 2019 perde por um décimo para o mesmo mês de dez anos atrás, quando registrou 5,5. Mas ainda é mais do que o dobro do que o índice que conseguia em janeiro de 2004 --sua pior média do século, 2,3 pontos.

Na Grande São Paulo, principal mercado do país, a Globo ainda é líder disparada no comparativo com as outras emissoras: ela fechou o mês com 12,0 pontos na média 24 horas. O SBT, que ganha público nas madrugadas, empatou com a Record na vice-liderança, com 5,4.

Já na média do dia, também na Grande São Paulo, a emissora de Edir Macedo abre vantagem sobre a rival, do apresentador Silvio Santos: são 7,1 pontos contra 6,3. A Globo, novamente, é líder isolada, com 14,6 pontos.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook