Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Bastidores

Christiane Pelajo é advertida por chilique ao vivo na GloboNews

Reprodução/GloboNews

Christiane Pelajo durante falha técnica que a deixou nervosa na GlobNews, sexta-feira (7) - Reprodução/GloboNews

Christiane Pelajo durante falha técnica que a deixou nervosa na GlobNews, sexta-feira (7)

REDAÇÃO

Publicado em 13/10/2016 - 6h18
Atualizado em 13/10/2016 - 8h00

A jornalista Christiane Pelajo foi advertida pela direção da GloboNews por ter dado um chilique ao vivo, no telejornal Edição das 16h da última sexta-feira (7). A apresentadora ficou nervosa com um problema de áudio e deu uma bronca na equipe do canal de notícias. "Gente, eu não tenho condição de fazer o jornal", reclamou, com a voz alterada.

A diretora da GloboNews, Eugenia Moreyra, teve uma conversa por telefone com Pelajo. E fez questão de que toda a Redação do canal soubesse o que disse à ex-titular do Jornal da Globo: ela não estava começando no telejornalismo naquele dia para falar daquele jeito no ar, afinal todo mundo que faz TV sabe que não pode se exaltar ou falar palavras impróprias quando se está ao vivo.

Três dias depois, no início da tarde da última segunda-feira (10), uma segunda falha expôs a GloboNews. A correspondente do canal em Nova York, Carolina Cimenti, soltou um "puta que o pariu" quando estava no ar no telejornal Edição das 13h.

Segundo profissionais da GloboNews, ela não sabia que estava ao vivo _e não foi, ao contrário do que se pensou, um comentário sobre um discurso machista de Donald Trump, exibido antes.

Falhas de áudio são comuns em canais de notícias que ficam o tempo todo ao vivo. Isso acontece quase todo dia no Edição das 16h _outro motivo para Pelajo não ter se exaltado na sexta-feira, apontou a diretora do canal. Terça-feira (11), no mesmo telejornal, uma repórter de Brasília perdeu o retorno do áudio, mas manteve-se calma.

No caso de Christiane Pelajo, há um fator potencializador de problemas técnicos. Ela apresenta o Edição das 16h de São Paulo, enquanto toda a equipe do telejornal está no Rio.

Na sexta, ela tentava conversar com a repórter Lívia Veiga, que informava de Orlando (Estados Unidos) sobre a passagem do furacão Matthew pela Flórida. Pelajo não estava conseguindo ouvir a repórter, porque a linha de áudio do Rio para São Paulo, foi cortada.

A Redação no Rio e os telespectadores ouviam o que Pelajo falava, até ela se dar bronca ao vivo e ter o som cortado. A apresentadora foi substutuída às presas por Sérgio Aguiar, dos estúdios no Rio. Só voltou quase 20 minutos depois, quando se justificou.

"A gente pede desculpas, mas como disse o Sérgio Aguiar, a gente teve problemas de áudio, eu não estava conseguindo ouvir os nossos repórteres, então era impossível a gente continuar daqui. Agora tudo foi restabelecido. Queria agradecer o Sérgio Aguiar, que foi correndo para o estúdio no Rio para conseguir dar as nossas notícias para vocês", afirmou.

Clique aqui e veja o piti de Christiane Pelajo

Veja Carolina Cimenti falando palavrão ao vivo


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Bolsonaro virou chacota na Globo! Nos Tempos do Imperador coleciona indiretasMitomaníaco, sem noção ou exibido? 5 vezes que Gui Araujo falou demais em A FazendaDe vendedor de pastéis a diretor de cinema: Por onde anda o elenco de Malhação 2008?Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabia

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas