Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

RECUPERADO

Casagrande se choca ao ouvir no Faustão desabafo dos filhos sobre drogas

Reprodução/TV Globo

Walter Casagrande em entrevista online com Fátima Bernardes, que está no estúdio do Encontro

Walter Casagrande relatou drama do vício em drogas no Encontro com Fátima Bernardes desta quinta (13)

REDAÇÃO

Publicado em 13/8/2020 - 11h37

Walter Casagrande se emocionou ao contar detalhes de sua recuperação do vício em cocaína durante o Encontro desta quinta (13). O comentarista disse que se chocou quando assistiu aos depoimentos dos filhos no Domingão do Faustão, em 2011, quando deixou a reabilitação. Só então o ex-jogador se deu conta do mal que causou na família.

"Quando eu tive alta, fui ao programa do Faustão, e teve o depoimento dos meus filhos. Aquilo me chocou, porque foi ali que vi que as pessoas sofreram, ficaram com raiva do meu comportamento. Mas eu também não fui ao encontro, não forcei [uma reaproximação], eles queriam ver a minha mudança, e não era com palavras que eu ia recuperar ninguém, era com atitudes", declarou ele.

Lançando Travessia, seu terceiro livro abordando os caminhos percorridos até se livrar das drogas, o ex-jogador de futebol disse que precisou passar por uma avaliação da emissora antes de voltar a comentar os jogos na TV. "Recuperei todos os meus relacionamentos, da família, amigos, dentro da Globo também, pois tiveram que ver se eu estava bem, se não recaía", completou.

Casagrande também contou sobre o seu maior desafio após deixar o confinamento da clínica de reabilitação: "O pior dia é quando a porta da clínica se abre e você vê que as pessoas andaram, evoluíram e você não andou por um ano, tem que se encaixar novamente a essa movimentação e velocidade do mundo, de um modo que você não era antes".

Ao ser questionado por Fátima Bernardes sobre a linha tênue entre o vício em bebida alcoólica e em drogas, ele explicou: "Fui entender isso em 2015, quando eu me internei sozinho e fiquei sete meses para entender que a bebida baixa a crítica. O cara que é dependente químico, logo que baixa a crítica já pensa em um 'tirinho' de cocaína. Aí, cai a casa, porque o dependente químico não cai devagar, ele cai para onde ele estava".

Recuperado, Casagrande relembrou a Copa do Mundo de 2018, quando revelou em rede nacional que tinha trabalhado totalmente sóbrio: "Foi o momento que bateu na minha cara que eu tinha me recuperado, tinha chegado à sobriedade, que estava tão longe de mim por tantos anos. Nunca imaginei viver o momento que vivo hoje".

Confira trechos da entrevista:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?