Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

No Discovery Kids

Canal pago tenta emplacar nova Peppa Pig com desenho de bebês roqueiros

Divulgação/Discovery Kids

Carlos, Wat, Fuz e Myo, os protagonistas do desenho animado Mini Beat Power Rockers - Divulgação/Discovery Kids

Carlos, Wat, Fuz e Myo, os protagonistas do desenho animado Mini Beat Power Rockers

FERNANDA LOPES

Publicado em 28/8/2017 - 5h00

Estreia nesta segunda-feira (28) um desenho animado que o Discovery Kids acredita ter grande potencial de sucesso, capaz de ser o novo fenômeno infantil como Peppa Pig. Em parceria com o produtor e cineasta Juan José Campanella, dono de um Oscar de melhor filme estrangeiro, o canal lança Mini Beat Power Rockers, série latina sobre bebês que não falam nem andam, mas ensinam diversidade e música para crianças.

"Toda vez que a gente procura conteúdo, há uma série de guias que a gente segue para que ele se adeque à audiência. Esse projeto tem simplicidade. São quatro bebês numa creche tocando música. É muito simples o conceito, mas não tinha nada igual [no mercado], vimos e pensamos: o potencial é fantástico. Há a ideia de crianças, com iniciativa, com sonhos. Para nós é perfeito", elogia Adriano Schmidt, diretor de produção do Discovery Kids.

O projeto de Mini Beat Power Rockers começou a ser desenvolvido há dois anos, no estúdio argentino MundoLoco. A ideia surgiu durante um passeio do roteirista Gastón Gorali em um parque. Ele viu crianças vestidas de roqueiros e achou que havia material ali.

Com essa premissa, 52 episódios de cinco minutos cada foram produzidos, com foco nas descobertas musicais de quatro bebês. Todos os dias eles são deixados em uma creche pelos pais e se reúnem em uma banda. Carlos toca bateria, Wat empunha a guitarra, Fuz faz o baixo e Myo (uma robô criança) dedilha um teclado.

Cada um dos personagens representa, sem levantar bandeira, uma parte do mundo: América Latina, Estados Unidos, Europa e Ásia. Eles também têm características próprias, que fogem do padrão idealizado para meninos e meninas. Fuz é ligado em moda, Wat é ousada, Carlos é vaidoso e Myo é uma robô emotiva.  

"Wat é minha preferida. É rebelde, não tem que se comportar como se espera de uma menina. Tenho uma filha e quero que ela se expresse e não se veja restrita pelo que os adultos pensam que as meninas têm que ser. [Todos os personagens passam] Uma mensagem: não importa quão diferente seja, nessa banda todos podem tocar", diz Gorali.

divulgação/discovery kids

Bebês da série infantil montam uma banda e apresentam ritmos musicais para crianças

Música para pais e filhos
No total, 200 pessoas trabalharam no projeto, incluindo roteiristas, animadores, atores e cantores _desde músicos premiados a bandas de festas infantis. A série conta com 26 canções originais, e os episódios apresentarão para o público o som e a origem de diferentes gêneros _além do rock, há country, tango, reggaeton e twist, por exemplo.

"Por serem bebês, não tem diálogo, então nos concentramos numa energia cinética e musical. Há uma pequena explicação no final de cada episódio sobre a origem dos ritmos. Nosso sonho é gerar um papo entre pais e filhos sobre música. Como as crianças costumam ver uma coisa várias vezes, podem começar a pegar nossos gostos, podem dizer: 'Quero escutar twist'", explica Juan José Campanella. Dono da produtora de animação, ele recebeu em 2010 o Oscar de melhor filme estrangeiro pela direção de O Segredos de Seus Olhos.

Para Campanella, incentivar as crianças a gostar de música seria a "cereja do bolo", mas o Discovery Kids quer mais. Já há negociações para licenciar produtos relacionados a Mini Beat Power Rockers, visando consolidar ainda mais a marca e iniciar os pequenos no mundo dos instrumentos.

"Está claríssimo que, se uma criança vê essa série e fala 'quero tocar baixo como Fuz', para nós seria fantástico poder lançar uma versão infantil desse instrumento, que seja o primeiro dela. É um sonho. A gente quer, a partir do desenho, da fantasia, estabelecer uma conexão com o mudo real, pra que a criança possa seguir nesse caminho da música", afirma o diretor de produção do canal.

Leia também

Web Stories

+
42 anos depois: Por onde anda o elenco da novela Pai Herói?A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do reality

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?