Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FUTEBOL EUROPEU

Após vitória com Libertadores, Globo e Disney compram Nations League da Uefa

DIVULGAÇÃO/UEFA

Cristiano Ronaldo vibra com gol de Portugal na Nations League

Cristiano Ronaldo joga por Portugal na Nations League: Globo e Disney compram torneio da Uefa

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 13/5/2022 - 13h15
Atualizado em 13/5/2022 - 14h01

Após vencerem a licitação pelos direitos de transmissão da Libertadores, Globo e Disney adquiriram mais eventos. Nesta sexta (13), a CAA Eleven, agência que negocia direitos das seleções da Uefa (União das Associações da Europa de Futebol), comunicou para as empresas que ambas irão exibir a Nations League a partir de junho. O pacote também contempla a exibição das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026, que só começam em 2025; e das eliminatórias da Eurocopa de 2024, que começam em 2023. O contrato é válido até o primeiro semestre de 2026. 

A informação foi publicada inicialmente pelo jornalista Flávio Ricco, do R7. Conforme apurou o Notícias da TV, Globo e Disney vão dividir meio a meio os jogos da competição que tem seleções como Alemanha, Espanha, França e Itália, entre outras. O contrato já passa a valer a partir da próxima edição, marcada para começar em 2 de junho. 

Os direitos também valem para streaming. Ou seja, os jogos serão mostrados no Star+ e no Globoplay. Além disso, a Globo obteve o direito para TV aberta e poderá mostrar partidas das semifinais e finais para o grande público. Isso seria inédito na história da competição, que até então era mostrada somente na TNT Sports, que é da WarnerMedia. 

A Warner, em momento de cortes por causa da fusão com a Discovery, não perdeu o evento. Houve uma licitação de negociação feita pela CAA Eleven após o término do contrato da empresa americana. 

Com a vitória, a Globo compra seu primeiro evento de futebol europeu após a saída da Champions League da emissora em 2018. Até então, o foco dos investimentos era no futebol brasileiro. A coluna soube que o evento foi considerado uma "oportunidade de mercado" por não custar caro e ajudar a programação do SporTV, que ficará sem Libertadores até 2026. 

No caso da Disney, é um reforço a mais para ESPN e Star+, que tem praticamente todos os grandes eventos esportivos no Brasil --com exceção de torneios nacionais como o Brasileirão e a Copa do Brasil e a Chapions League. O investimento é para bombar no seu streaming, que tem crescido no mercado nacional. 

Ao mesmo tempo, Globo e Disney miram o futuro. Existe a chance de as seleções sul-americanas como Brasil e Argentina disputarem a Nations League a partir de 2024, graças à proximidade da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) com a Uefa. Se isso ocorrer, as empresas terão a Seleção Brasileira jogando contra times europeus com frequência. 

Procurada pelo Notícias da TV, a CAA Eleven confirma a aquisição de Globo e Disney. 


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.