Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

OLHO NA AUDIÊNCIA

Após autorização do governo Bolsonaro, TVs legislativas mudam de 'endereço'

REPRODUÇÃO/TV CÂMARA

De máscara, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia comanda sessão plenária

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em sessão transmitida pela TV Câmara

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/9/2020 - 18h00

Após autorização do Ministério das Comunicações, órgão ligado ao governo do presidente Jair Bolsonaro, os canais da Rede Legislativa de TV tiveram os números de sintonia alterados. Ou seja, eles passaram a ser encontrados em novo endereço na TV para moradores de 40 diferentes cidades brasileiras.

A medida deixou os conteúdos legislativos mais próximos das outras emissoras de TV no controle remoto. Ou seja, no momento em que o telespectador estiver "zapeando" entre Globo, Record, Band e SBT, tem mais chances de passar pela programação dos canais políticos.

O objetivo da mudança foi aumentar a popularidade e o alcance da TV Senado, da TV Câmara, das Assembleias Legislativas estaduais e das Câmaras Municipais, que transmitem sessões plenárias de votação, reuniões públicas, debates, entrevistas e programas jornalísticos ao longo do dia.

"Essa transformação caracteriza um marco histórico aos brasileiros, que ficarão ainda mais próximos das decisões que permeiam o país, em seus mais variados âmbitos", opina em comunicado José Marcelo do Amaral, presidente do Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre.

A Câmara dos Deputados informou em publicação feita em seu site oficial que a troca desses números foi possível após uma portaria do Ministério das Comunicações, que permitiu à Rede Legislativa escolher que número usar em cada cidade. O grupo de canais legislativos foi atendido em todas as solicitações.

Das 67 emissoras de TV legislativa no ar, 48 passaram pela mudança de número a partir de 29 de agosto. A sintonia está sendo feita automaticamente pelos sistemas dos próprios televisores.

No entanto, caso o canal "suma" da TV, é necessário executar a função de "busca ou sintonia de canais" para que o aparelho sintonize o "novo endereço" da Rede Legislativa. A medida do governo não inclui os canais de TV paga; os números foram alterados apenas nas TVs gratuitas e digitais.

A Rede Legislativa de TV é composta por 67 emissoras, sediadas em 59 cidades, mas com alcance em 250 municípios de 25 Estados. Estão em implantação outros 112 canais.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?