Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

GUERRA DAS TELAS

Três marcas entram na briga das TVs OLED para bater a LG; saiba quais

REPRODUÇÃO/TWITTER

TV QD-OLED exposta na Feira de Las Vegas (EUA)

TV QD-OLED, de 77 polegadas: nova tecnologia da Samsung chega ao Brasil no primeiro semestre

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 28/1/2023 - 6h15

Nas mãos da LG desde que a Sony desistiu do mercado brasileiro de TVs há dois anos, a tecnologia OLED poderá ser vista em telas de mais três marcas ainda no primeiro semestre. Com modelos à venda em outros países, Toshiba, Philips e Samsung já anunciaram que vão entrar nessa guerra aqui no Brasil. A boa notícia é que, com o aumento da concorrência, os preços devem baixar e o consumidor terá mais opções de escolha.

Com tecnologia de pixels orgânicos, as TVs OLED são diferentes das outras porque não precisam de iluminação interna (backlight) para gerar as imagens na tela. Como cada pixel emite a própria luz, são imbatíveis no contraste e conseguem reproduzir pretos profundos em cenas escuras com boa fidelidade.

Essas características fizeram com que as TVs de pixels orgânicos caíssem nas graças do exigente público gamer. Não por acaso, a LG passou a incluir, desde 2021, um pacote de recursos especiais nesses televisores, que melhoram a experiência durante os jogos e não aparecem em outras linhas.

Hoje, o consumidor só encontra funções e nitidez semelhante nas TVs com tecnologia miniLED, vendidas pela Samsung (linha Neo QLED), LG (QNED), TCL e Philips. Com a vantagem de oferecer mais brilho, são as únicas que conseguem disputar com o OLED o título de melhor imagem da atualidade.

TV Toshiba: a primeira OLED com Google TV 

O preço alto é, sem dúvida, o ponto que mais atrapalha o avanço das TVs OLED. Em uma rápida pesquisa online, é possível encontrar modelos da LG de 42 a 83 polegadas custando de R$ 4.200 a R$ 40 mil. Com a chegada de outras marcas sedentas por uma fatia desse mercado, os valores devem cair, como detalhou Fernando Nogueira, diretor da Multi, antiga Multilaser, parceira da Toshiba no Brasil, em entrevista exclusiva ao Notícias da TV em 2022.

"O objetivo é bater a LG no preço das TVs OLED e oferecer televisores de qualidade por um valor abaixo das marcas coreanas", disse ele. Com 65" e programada para chegar às lojas até junho, a tela da Toshiba será a primeira do fabricante e com essa tecnologia a rodar a plataforma Google TV, mais avançada do que a Android TV e ainda exclusiva da TCL no Brasil. O preço não foi divulgado.

TV OLED Philips terá recurso Ambilight 

A Philips, marca que pertence ao grupo chinês TPV, também aposta em uma estratégia semelhante. Consolidado no segmento de televisores OLED em outros países, o fabricante deve fazer sua estreia no Brasil com apenas um único modelo de tela grande com tecnologia Ambilight. Por enquanto, os detalhes e o preço não foram divulgados, mas a previsão de lançamento também é até junho.

Samsung mistura OLED com QLED

Em destaque na maior feira de eletrônicos do mundo, que aconteceu no começo de janeiro em Las Vegas (EUA), a segunda geração de TVs QD-OLED Samsung aposta na maior variedade de tamanhos. Entre os modelos de 34" a 77", um monitor gamer com tela Ultra-Wide (mais larga) de 49" foi o centro das atenções.

Confirmados para o mercado brasileiro, esses televisores devem ser lançados ainda neste semestre, como os modelos dos concorrentes. A diferença é que, como a LG, a Samsung terá uma linha completa de televisores desse tipo no Brasil. Mas a carta na manga do fabricante está mesmo na combinação, ainda inédita por aqui, do alto contraste da tecnologia OLED com a cor e o brilho dos painéis de pontos quânticos, presentes nas TVs QLED.

Segundo a Samsung, a nova linha utiliza algoritmos avançados para coletar informações de cada pixel em tempo real, controlando a luminosidade da tela com maior precisão. O resultado é a exibição de imagens mais brilhantes, que é o calcanhar de Aquiles das TVs OLED convencionais, com cores mais claras, e consumo de energia 25% menor. Todos os modelos também oferecem taxa de atualização de 144Hz, como preferem os gamers.

TUDO SOBRE

Smart TV

TV 4K

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.