Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CHEGAM COM ATRASO

Com a crise, mercado brasileiro deixa de ser prioridade para TVs 8K mais caras

REPRODUÇÃO/TCL

TV TCL 8K com painel miniLED instalada em ambiente com bela paisagem

TV QLED 8K TCL com painel miniLED: anúncio em vários países, mas prevista para o Brasil só em 2022

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 9/10/2021 - 6h25

Ao lançarem a linha 2021 de televisores, dois dos três fabricantes que vendem TVs 8K no Brasil deixaram de fora os modelos mais avançados e caros com esta resolução. São telas de 65 a 88 polegadas, que já podem ser encontradas em lojas online de vários países europeus, além de Estados Unidos e Coreia do Sul, por exemplo. No mercado americano, os preços variam de R$ 12 mil a R$ 165 mil.

Para os especialistas, a decisão de não incluir o Brasil mostra que algumas marcas não enxergam o país como prioridade na hora de receber os lançamentos mais sofisticados, principalmente na linha de TVs 8K. "A alta do dólar e a queda do poder aquisitivo dos brasileiros são dois fatores importantes a serem considerados", afirma Paulo Sergio Correia, consultor na área de vídeo.

Segundo ele, o potencial de venda destes produtos acaba sendo inferior ao de outros países, fazendo com que o Brasil fique bem atrás na lista global. Assim, os lançamentos deixam de ser simultâneos, gerando um certo atraso em relação a outros mercados, especialmente o americano.

REPRODUÇÃO/LG

TV OLED 8K: Brasil ficou de fora

É o caso, por exemplo, das TVs OLED LG. Aqui no Brasil o consumidor só vai encontrar modelos 4K com tecnologia de pixels orgânicos. Na Europa, na Coreia e nos EUA, a linha Signature OLED 8K já está à venda, com opções de 77 e 88 polegadas. A mais cara custa US$ 30 mil no mercado americano, o que equivale a aproximadamente R$ 165 mil na cotação atual. Segundo a LG, não há previsão de lançamento por aqui.

Fato parecido aconteceu com a TCL. Ao anunciar a nova linha de TVs para o Brasil, no final de setembro, a marca passou batida pelas telas com resolução 8K. No evento europeu, por exemplo, a estratégia foi bem diferente. E o único modelo deste tipo já lançado por aqui, que tem 75 polegadas, também não aparece em estoque em nenhuma loja online.

Não se trata de falta de opção. Enquanto nos EUA o fabricante já vende TVs QLED com painel miniLED e resolução 8K, por aqui, só foram apresentados televisores 4K com esta tecnologia, que substitui os LEDs convencionais por dezenas de miniLEDs espalhados por toda a extensão da tela. Na prática, o consumidor consegue notar melhorias no contraste, brilho e nitidez das cores.

"Até o ano que vem, as novas TVs 8K chegarão ao Brasil", diz João Rezende, gerente de produto da Semp TCL. "É um produto diferente, que merece uma estratégia própria de lançamento", afirma. Segundo ele, o objetivo da marca é crescer ainda mais no país, ganhando mercado dos fabricantes coreanos, que lideram as vendas do setor.

Exceção no mercado de TVs 8K, a Samsung mantém nas lojas do Brasil praticamente os mesmos modelos à venda em outros países. Segundo nota do fabricante, os televisores 8K da linha Neo QLED, que também adota painel miniLED, surgem como aposta para o mercado brasileiro e já trazem a tecnologia mais avançada e recente da marca no mundo.

REPRODUÇÃO/SAMSUNG

TV 8K: mais nitidez, mesmo perto da tela 

TV 8K vale a pena?

Com resolução de 7.680 por 4.320 pixels, quatro vezes superior à 4K, as TVs 8K são as mais avançadas do mercado. Há modelos a partir de 65 polegadas, mas o preço assusta, podendo chegar ao dobro de um modelo 4K de mesmo tamanho.

Os principais benefícios das TVs 8K são a precisão de cores e a nitidez, que permite observar todos os detalhes de uma cena sem se preocupar com a visualização dos quadrinhos (pixels) que compõem a imagem, mesmo quando o telespectador está bem perto da tela. Com isto, dá para realizar o sonho de ter uma tela bem grande em um pequeno ambiente.

Outro obstáculo para o avanço da tecnologia 8K é a falta de conteúdo com esta resolução. Se a oferta de conteúdo em 4K aumentou nos serviços de streaming apenas nos últimos dois anos, imagine em 8K. Certamente, ainda vai demorar para serviços como Netflix e Prime Video disponibilizarem algum conteúdo em 8K. Para isto, a internet também precisaria melhorar muito, com acesso a velocidades mínimas de 100Mbps para grande parte dos usuários.

Hoje, a melhor imagem vista em uma TV 8K é obtida a partir do recurso de upscaling, que é automaticamente acionado pela inteligência artificial destes aparelhos. Muito eficiente nos televisores lançados em 2020 e 2021, esta função simula artificialmente a resolução 8K a partir de filmes, séries, games e outros conteúdos com definição inferior.

TUDO SOBRE

Smart TV

TV 4K


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Cinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas