Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

The Good Doctor

Série sobre médico autista vence Big Bang e é o novo fenômeno da TV

Divulgação/ABC

O ator Freddie Highmore, ex-Bates Motel, em cena da primeira temporada de Good Doctor - Divulgação/ABC

O ator Freddie Highmore, ex-Bates Motel, em cena da primeira temporada de Good Doctor

JOÃO DA PAZ

Publicado em 19/10/2017 - 6h04

A TV norte-americana tem uma nova série queridinha. O drama hospitalar The Good Doctor, protagonizada por Freddie Highmore (ex-Bates Motel), é um fenômeno de audiência. Seu terceiro episódio, exibido no dia 9, foi visto por 18,2 milhões de pessoas, mais do que The Big Bang Theory (17,9 milhões). Os dados computam quem viu simultaneamente à exibição na TV mais aqueles que assistiram ao capítulo gravado no período de uma semana.

Desde a estreia, no mês passado, Good Doctor tem obtido números impressionantes. Entre o público adulto (18 a 49 anos), o primeiro episódio teve um crescimento de 100%.

Em um mês, a série da rede ABC atraiu uma média de 10,9 milhões de telespectadores por episódio em tempo real, um desempenho considerado excelente para uma produção de TV aberta (é a quarta colocada no ranking geral).

A força da atração está nas pessoas que optam por ver os capítulos depois de irem ao ar. Na terceira semana, Good Doctor ganhou 7,5 milhões de telespectadores em gravadores ou online. Em tempo real, foram 10,7 milhões.

Inédita no Brasil, Good Doctor conta a história de Shaun Murphy (Highmore), um médico autista com síndrome de Savant (a pessoa tem uma rara habilidade intelectual aliada a um déficit de inteligência).

Ele faz de tudo para entrar como residente em um hospital, embora só o presidente, interpretado por Richard Schiff (Aaron Glasman), seja a favor da contratação, por ter sido mentor de Murphy no passado.

Cenas de flashback mostram o garoto sofrendo abusos do pai e bullying na escola, devido à sua condição especial.

The Good Doctor é a favorita para ser a série sensação da temporada, posto conquistado no ano passado por This Is Us. Em 2015, o título simbólico ficou com Empire e o ano anterior foi dominado por How to Get Away with Murder.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?