Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ÁRVORE DOS ARAÚJOS

Série infantil mineira aborda adoção, casais homoafetivos e divórcio

Divulgação/Nickelodeon

Os atores mirins Theo Carias, Tito Delgado, Helena Werneck e Fernanda Farage estão em volta de uma mesa em cena da série Árvore dos Araújos

Theo Carias, Tito Delgado, Helena Werneck e Fernanda Farage em cena da série Árvore dos Araújos

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 10/7/2020 - 6h54

Crianças estão prontas para aprender sobre temas espinhosos como orfandade, adoção, casais homoafetivos e divórcio? Os desenvolvedores da série Árvore dos Araújos acreditam que sim e criaram a produção infantil justamente para abordar, com muita leveza, esses tópicos sobre as configurações de família que fogem do tradicional "papai, mamãe e filhinhos".

"As crianças de hoje estão mais acostumadas com as diferentes conformações familiares. Mas nem todos convivem com isso, então pode causar uma estranheza em certos momentos. Essa era a demanda da série, falar sobre esse assunto com o público infantil de uma maneira bacana, para ele entender que é tão natural quanto a família 'tradicional'", explica o diretor Alfredo Alves ao Notícias da TV.

Árvore dos Araújos, no entanto, não tenta ser panfletária nem teórica ou didática demais. Os assuntos ficam nas entrelinhas, enquanto os quatro protagonistas mirins vivem grandes aventuras na fazenda dos avós --que acabam de anunciar o divórcio.

"Em um dos episódios, por exemplo, uma das tias está com uma amiga, e aí as crianças descobrem que ela não é amiga, é namorada. O Theo Carias [que vive Kiko], o mais pequenininho, não sabia ler, então foi pego de surpresa na hora de gravar. E ele reagiu de uma maneira tão curiosa, natural: 'Quer dizer que moça namora moça?'. Isso mostrou que a gente estava no caminho certo", valoriza Alves.

Lugarzinho no meio do nada

Além das novas configurações familiares, Árvore dos Araújos se destaca de outras produções infantis por mostrar um cenário pouco explorado em atrações do gênero: uma fazenda no interior de Minas Gerais, bem diferente do eixo Rio-São Paulo que domina o audiovisual. Os 26 episódios foram todos gravados em Piacatuba, distrito de Leopoldina que fica a cinco horas de carro de Belo Horizonte.

Sem a menor possibilidade de ir e voltar para a capital mineira todos os dias, equipe e elenco se hospedaram na fazenda e nas pousadas da região durante dois meses. "Foram quase 100 pessoas vivendo juntas na locação, tomando café da manhã, almoço e jantar. A brincadeira é que a família Araújo existe de verdade, e somos nós, porque criamos sim uma relação familiar nesse período", diz o diretor.

E, em uma época de pandemia e de isolamento social, a possibilidade de viajar (mesmo que pela televisão) para o universo do campo não deixa de ser uma forma de explorar novos universos. "Muitas crianças acham que o leite já é fabricado na caixinha, que o ovo não sai da galinha... Elas não têm esse convívio rural, então a gente mostra um pouco desse mundo. Não foi pensado para a pandemia, claro, mas certamente pode ajudar nesse momento tão complicado", valoriza.

Os episódios de Árvore dos Araújos são exibidos todos os sábados, às 11h30, na Nickelodeon. A produção é da Dromedário Cinema e Vídeo. Confira o trailer da série:


Leia também

Web Stories

+
Dia da Luta contra a LGBTfobia: Félix, Ivan e outros personagens que marcaram a TVLançamentos da semana têm Quem Matou Sara? e documentário de Pink; saiba maisDez anos após o fim de Smallville, veja como está o elenco da sérieDe cuidadora de cachorros a musa sertaneja: Como está Juliette fora do BBB21Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelação

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera dos capítulos inéditos de Salve-se Quem Puder?