VAI PARA NETFLIX

Sem aviso prévio, Amazon Prime Video tira Seinfeld do catálogo e revolta fãs

DIVULGAÇÃO/NBC

Jerry Seinfeld e Jason Alexander em episódio da série Seinfeld

Jerry Seinfeld e Jason Alexander em episódio de Seinfeld: série não está mais no streaming da Amazon

REDAÇÃO - Publicado em 01/02/2020, às 13h24

Na última sexta-feira (31), a série Seinfeld (1989-1998) foi retirada do catálogo da Amazon Prime Video no Brasil e em outros países do mundo. A comédia foi adquirida pela Netflix, mas só ficará disponível no streaming em 2021. Os fãs foram pegos de surpresa com a ausência da produção no Prime Video e ficaram revoltados.

Alguns deles disseram que estavam fazendo maratona e faltavam alguns episódios para chegarem ao fim. De acordo com as reclamações, a Amazon não colocou nenhum aviso na tela de que o conteúdo seria retirado no dia 31.

"Não creio que Seinfeld saiu da Amazon. Eu ainda não terminei, meu Deus!", escreveu o usuário @igorx96 no Twitter, na manhã deste sábado (1º). "Começando a manhã completamente desequilibrada com o fato de que Seinfeld não está em mais nenhum serviço de streaming. A sensação é de revolta", reclamou Bia Abbate.

Na rede social, um fã questinou a Amazon sobre a ausência de Seinfeld no cátalogo. A empresa deu uma resposta, mas não conseguiu explicar a dúvida. "Pelo momento não temos informação sobre a série [Seinfeld], recomendamos ficar de olho nas nossas redes sociais e no nosso site oficial, para futuras informações referentes a Seinfeld", disse. Veja abaixo:

A Netflix adquiriu os direitos de Seinfeld para todo o mundo, mas só a partir de 2021. Considerada a melhor comédia da história, Seinfeld ficará na gigante do streaming até 2025, após acordo com a Sony. Essa compra é crucial para a Netflix, principalmente no território americano.

A grande novidade de Seinfeld na Netflix é que, pela primeira vez, a atração poderá ser assistida em 4K. Não foram divulgados valores desse contrato entre a Netflix e a Sony. Em 2015, quando a Hulu comprou Seinfeld por cinco anos, a plataforma pagou US$ 1 milhão por episódio, totalizando US$ 180 milhões (R$ 736 milhões).

Veja abaixo reações de fãs revoltados por terem perdido a série do streaming:

Comédia premiada

Em julho do ano passado, a série Seinfeld completou aniversário de 30 anos, o que foi celebrado pela mídia e pelo público. A comédia até hoje influencia a sociedade e o mundo do entretenimento por ter uma fórmula simples, porém eficiente. Quatro amigos nova-iorquinos conversam sobre os assuntos mais abrangentes do cotidiano, de amenidades a temas sérios, sempre com muito bom humor.

Jerry Seinfeld, um comediante judeu, morava em um apartamento em Manhattan, no coração de Nova York. Ele interagia com George Constanza (Jason Alexander), amigo de infância, e o folgado Cosmo Kramer, seu vizinho de apê. A amiga e ex-namorada de Jerry, Elaine Benes (Julia Louis-Dreyfus), completava o quarteto.

Seinfeld teve nove temporadas, composta de 180 episódios. Exibida nos EUA pela rede NBC, a série foi a mais vista entre os americanos em duas temporadas --e vice em outras duas. O episódio final foi o quinto mais assistido da história da TV dos EUA, com 76,3 milhões de telespectadores. Seinfeld venceu o Emmy de melhor comédia em 1993 e o Globo de Ouro de 1994.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook