Recap S08E09

Saiba o que The Walking Dead perde após despedida melancólica de protagonista

Divulgação/AMC

O ator Andrew Lincoln em cena do nono episódio da oitava temporada de Walking Dead - Divulgação/AMC

O ator Andrew Lincoln em cena do nono episódio da oitava temporada de Walking Dead

JOÃO DA PAZ - Publicado em 26/02/2018, às 04h35

[Atenção: este texto contém spoilers]

Melancólica, The Walking Dead deu ontem (25) o seu adeus mais doloroso desde a estreia, em 2010. No episódio, Carl Grimes (Chandler Riggs) morreu e foi enterrado em Alexandria. A fatalidade mexe com as estruturas da trama, pois o personagem tem extrema importância na HQ homônima que inspira a série.

Nas páginas desenhadas com nanquim, Carl amadurece, comanda os moradores da colônia Hilltop em um levante crucial e caminha para ser o líder dos sobreviventes, seguindo os passos do pai, o xerife Rick (Andrew Lincoln).

Uma parte importante do arco da guerra total, apresentado na atual temporada e em linha com a HQ, é que Negan (Jeffrey Dean Morgan) sai ileso após o término da batalha, mesmo Carl querendo a morte do vilão. A vida do carrasco foi poupada pela misericórdia de Rick.

Preso em um porão, Negan criou uma amizade inesperada com Carl, que o visitava com frequência para lhe contar novidades. Por isso, não surpreende a visão que o garoto teve do futuro pós-guerra total, como contada para seu pai. Nela, Negan está vivo sem qualquer arranhão, passando os dias como um dos trabalhadores em uma horta na reconstruída comunidade de Alexandria.

Qual a motivação?
Na última conversa de pai pra filho na série, Rick admitiu a Carl que tudo foi feito por causa dele (os sacrifícios, os combates), para lhe dar um mundo melhor. Ao longo da série, o xerife demonstrou isso diversas vezes, e aqui cabe o questionamento: com o garoto morto, Rick vai perder o rumo e enlouquecer?

A série tentará não entrar em mais um buraco e colocará Judith como prioridade na vida de Rick _na HQ, a bebê morreu há algum tempo. Como ela está bem saudável nas visões de Carl do futuro, a trama deve encaminhar por esse lado.

Uma perda considerável da série em relação aos quadrinhos será a interessante química entre o pai e o filho. Depois da guerra total, os dois se aproximaram mais e embarcaram em muitas aventuras, que os levou de Alexandria até Hilltop, onde Carl encontrou um novo lar e um amor que bagunçou toda a sua vida.

Sangue nos olhos
Ele namorava Sofia, filha de Carol. Durante um encontro, o casal foi alvo de brincadeira maliciosas de dois garotos. Carl não curtiu, partiu para cima deles com uma pá e os feriu gravemente. Os pais do garoto exigiram de Maggie, a líder de Hilltop, uma punição, e o filho de Rick foi para (um tipo) de prisão.

Carl conheceu uma menina chamada Lydia durante o cumprimento da pena. Os dois viveram um romance intenso depois do cárcere; ele até perdeu a virgindade. A série perde sem esse romance.

O amor juvenil em meio ao caos só não foi perfeito porque Lydia é filha de Alpha, a chefona do grupo Os Sussuradores, que tem tudo para ser a grande vilã da nona temporada.

Caracterizados por usarem pele de zumbi para se disfarçarem, Os Sussuradores destruíram Hilltop em um ataque. E após liderar os integrantes da comunidade em um contra-ataque, ele se prontificou a reconstruir a colônia, demonstrando traços de liderança que só ficarão mais fortes com o tempo.

Em entrevistas para a mídia norte-americana, os produtores da série disseram que vão manter a essência da jornada de Carl na TV, mas contada um pouco diferente e vivenciada por outros personagens. Walking Dead já adotou tal procedimento outras vezes (vide o caso da Andrea). Resta aguardar como isso será feito na prática.

Notícias da TV Recomenda

The Walking Dead

The Walking Dead

Ficha técnica: Terror, EUA, 2010. Showrunner: Scott Gimple. Elenco: Andrew Lincoln, Norman Reedus, Melissa McBride, Jeffrey Dean Morgan. Disponível na Fox e no Now.

Por que assistir: The Walking Dead é mais do que uma simples matança de zumbis (apesar de haver desconcertantes massacres). O drama expõe como o ser humano age na escassez e no caos e precisa da ajuda do outro para sobreviver. E não há espaço para gente frouxa nesse mundo, todos têm de pegar em armas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você pretende assistir a novela Espelho da Vida?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook