INÉDITA NO BRASIL

O que é Schitt's Creek, série queridinha da crítica que venceu prêmio da MTV?

Fotos: Divulgação/CBC

Catherine O'Hara, Eugene Levy, Dan Levy e Annie Murphy são os protagonistas de Schitt's Creek - Fotos: Divulgação/CBC

Catherine O'Hara, Eugene Levy, Dan Levy e Annie Murphy são os protagonistas de Schitt's Creek

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 19/06/2019, às 06h13

Quem assistiu ao MTV Movie & TV Awards certamente se surpreendeu com a vitória de Dan Levy na categoria melhor performance cômica por seu trabalho em Schitt's Creek, série queridinha da crítica, mas ainda inédita no Brasil. Afinal, o desconhecido bateu pesos-pesados como Zachary Levi (do filme Shazam!) e a rapper Awkwafina (do hit Podres de Ricos). Mas do que se trata a comédia e por que ela merece ser vista?

Lançada em 2015 pela rede canadense CBC, Schitt's Creek conta a história da família Rose, dona de uma rede de videolocadoras que perde toda a fortuna após um de seus sócios cometer uma fraude financeira milionária.

Com boa parte de seus bens apreendidos, a única coisa que sobra para o patriarca Johnny Rose (Eugene Levy) é se mudar com a mulher e os dois filhos para a cidade de Schitt's Creek, que ele comprou no passado como uma brincadeira infantil para o filho ("Schitt" tem a mesma sonoridade de "shit", merda em inglês).

O problema é que a cidadezinha faz jus ao nome e é um verdadeiro fim de mundo, o que deixa os falidos em desespero. Moira (Catherine O'Hara), uma ex-atriz de novelas, faz de tudo para manter o glamour do passado --mesmo morando em um motel de beira de estrada. Já os dois herdeiros, o pansexual David (Dan Levy) e a patricinha Alexis (Annie Murphy), só pensam em dar um jeito de fugir dali.

A sinopse de uma família fora de seu habitat é batida, mas ganha novos contornos na comédia, criada, escrita e estrelada por Eugene e Dan Levy, pai e filho também na vida real --a filha de Eugene, Sarah, aparece como Twyla, uma garçonete burrinha.

Mas a série vai além dos risos e mostra que também tem coração: chega a provocar lágrimas ao mostrar a evolução dos quatro personagens conforme se adaptam à nova realidade e se envolvem cada vez mais uns com os outros e com a cidade.

Amizade (e tensão sexual) entre David (Dan Levy) e Stevie (Emily Hampshire) desafia clichês

Elenco com química

Mas o humor é o carro-chefe, e ganha pontos com o elenco coadjuvante de personagens locais inusitados, como o prefeito Roland Schitt (um trocadilho que soa como "rolando na merda"), vivido por Chris Elliot, um brucutu sem noção que não tem a menor ideia de como comandar sua cidade, ou a irônica Stevie (Emily Hampshire), única funcionária do motel onde a família Rose passa a morar.

Outro ponto forte é a química entre o elenco principal. Além dos laços familiares da vida real, os atores Eugene Levy (de American Pie) e Catherine O'Hara (de Esqueceram de Mim) são parceiros de atuação desde 1974, quando se conheceram na trupe The Second City (que teve um humorístico estilo Saturday Night Live).

Catherine, aliás, rouba todas as suas cenas na pele de Moira, uma personagem tão extravagante quanto as novelas que estrelava no passado. Usa várias perucas por episódio e declama suas falas como se a vida fosse uma peça (ruim) de teatro. A atriz que ganhou um Emmy em 1982 e foi indicada outras cinco vezes é sempre cotada para o Oscar da TV por Schitt's Creek, algo que ainda não aconteceu.

Produzida no Canadá, a série é exibida nos Estados Unidos pelo nanico canal pago Pop, mas ganhou o grande público mesmo ao entrar no catálogo da Netflix por lá. Quatro temporadas (de cinco no total) estão disponíveis na plataforma de streaming, que também oferece Schitt's Creek para os assinantes de países como Reino Unido, Austrália, Índia, Japão e África do Sul. Por aqui, nenhum sinal de chegada.

Com a visibilidade que o prêmio da MTV deve proporcionar para a atração, fica a torcida para que algum serviço traga a série para o Brasil. Afinal, Schitt's Creek pode até se passar numa cidade de merda, mas é uma pérola que merece ser descoberta.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook