Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CRÍTICA

Neymar - O Caos Perfeito: Vazio, documentário só exalta ego do jogador

Divulgação/Netflix

Neymar Jr. em cena de Neymar - O Caos Perfeito

Neymar Jr. em cena de Neymar - O Caos Perfeito; documentário da Netflix estreia nesta terça (15)

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 24/1/2022 - 6h25

Neymar - O Caos Perfeito, documentário sobre o craque do futebol que estreia na Netflix nesta terça-feira (25), talvez seja uma das maiores decepções no catálogo da plataforma. Vazia, a produção procura humanizar a trajetória do ídolo brasileiro, mas apenas exalta o ego de uma figura tão controversa quanto o jogador.

A série documental não é um retrato definitivo da trajetória de Neymar Jr. Nem deveria ser, dado o fato de ele estar prestes a completar 30 anos e com muita carreira ainda pela frente. O que mais surpreende nos três episódios é como tantas polêmicas e glórias acumuladas durante a sua vida pública parecem ter acrescentado pouco ou quase nada ao craque.

Nem mesmo a nítida vontade do jogador de se expor um pouco mais e a inclusão de inúmeras polêmicas nas quais se envolveu ao longo dos anos conseguem atingir o objetivo de humanizar a celebridade máxima que Neymar Jr. se tornou. Demérito não da produção e de seus criadores, mas da figura vazia que representa o ídolo.

Para tentar apresentar a faceta humana do craque, companheiros e ex-companheiros de time, familiares, amigos e funcionários se reúnem para contar suas experiências com Neymar Jr. e mostrar aos fãs que, no fundo, o ídolo tem falhas e angústia como qualquer outra pessoa.

É no intuito de querer humanizar a sua imagem que Neymar e o documentário derrapam. Desde o início, o jogador afirma categoricamente que não se incomoda com críticas e xingamentos por parte de seus haters. Pelo contrário: tais situações negativas são as que mais o incentivam.

De nada adianta incluir inúmeros relatos de torcedores do PSG (Paris Saint-Germain), seu atual clube, revoltados com o seu desempenho e comprometimento com o time, ou até mesmo críticas firmes e sem passar pano de jornalistas do Brasil e do resto do mundo. Em Caos Perfeito, Neymar prova que, ao contrário de sua atuação em campo, seu ego é quase imbatível.

Para os amantes do futebol, o documentário tem entrevistas de alguns dos grandes craques dos últimos anos. Lionel Messi, Luís Suarez, David Beckham e os brasileiros Daniel Alves, Marquinhos e Thiago Silva estão presentes para exaltarem as qualidades do amigo e, quem sabe, contornarem a imagem de jogador problema com os seus feitos históricos dentro de campo.

Neymar Jr. nunca escondeu que, mais do que ser um dos maiores jogadores da história, seu objetivo sempre foi conciliar a carreira de craque com o seu perfil de celebridade. No documentário, ele exalta a sua capacidade de marcar gols e dar dribles elásticos mesmo farreando com os chamados "parças". Para aqueles que procuram um atleta exemplar dentro e fora de campo, Neymar nunca foi (nem será) uma opção.

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Neymar Jr. ao lado do pai

Neymar Jr. ao lado do pai

A relação difícil com o pai

Responsável pela carreira do filho desde os seus primeiros passos no Santos, Neymar da Silva Santos, pai do jogador, foi quem teve o seu relacionamento mais exposto pelo documentário. A equipe liderada pelo diretor David Charles captou imagens dos dois discutindo sobre os métodos do patriarca e sobre o futuro do craque da Seleção Brasileira.

De longe a parte mais sensível da produção, a relação entre pai e filho é despida de forma surpreendente. Desde que Neymar Jr. despontou para o futebol, nunca uma entrevista ou vídeo de bastidores revelou as dificuldades entre o jogador e o patriarca da maneira como Caos Perfeito o faz.

Ao entrar no mundo familiar do jogador, a produção consegue despir minimamente a carcaça fria e vazia de Neymar Jr. Se o craque nunca se destacou por ser um grande pensador ou influenciador de ideias, pela primeira vez ele afirma a sua necessidade de tomar o controle de sua vida (e de sua carreira) para sair debaixo das asas do pai.

Em um dos poucos momentos emotivos do craque na produção, ele revela o sentimento de que perdeu parte da relação amorosa que tinha com o pai pela necessidade de Neymar Santos em ser empresário e tutor. De fato, nem mesmo Neymar Jr. conseguiu escapar do lado tóxico da fama.

Assista ao trailer de Neymar - O Caos Perfeito:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.