Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DA NICKELODEON

Elenco de Club 57 se assusta com euforia e teorias dos fãs para segunda temporada

DIVULGAÇÃO/NICKELODEON

Eva (Evaluna Montaner de Echeverry) no lado esquerdo e Mercedes (Estefany Oliveira) no lado direito em sala de aula em cena na segunda temporada de Club 57

Eva (Evaluna Montaner de Echeverry) e Mercedes (Estefany Oliveira) em cena da segunda temporada de Club 57

LUÍS FELIPE SOARES

luis@noticiasdatv.com

Publicado em 11/6/2021 - 7h00

A aventura juvenil Club 57, da Nickelodeon, ampliou seu universo para a segunda temporada. Entre novas histórias e mais viagens no tempo, a atração conta com maior número de atores. Alguns novatos se assustaram com a euforia dos fãs e outros já conhecidos se mostraram surpresos com a criatividade do público em criar teorias sobre a trama. Parte dessa expectativa será resolvida com a pré-estreia que ocorre nesta sexta-feira (11), às 17h, no canal da emissora no YouTube.

O elenco aproveitou o tempo na pandemia da Covid-19 e o período de gravações para se aproximar do público por meio das redes sociais, com os fãs de diferentes cantos do mundo mostrando animação a cada novidade da série revelada. "São tão fiéis e empolgados que me assustaram um pouco", confessa o equatoriano Johann Vera, um dos novatos do elenco. Ele vive o guardião do tempo Nero.

Atores da temporada anterior estão acostumados com o entusiasmo. O colombiano Sebastián Silva adora que espectadores imaginem o que irá acontece no material inédito, principalmente com o acréscimo de personagens. "Ficam criando teorias, pensando no que vai acontecer. No fim das contas, criam suas próprias histórias com os personagens já conhecidos e com os novos. Logo vão ver", comenta o ator ao Notícias da TV.

Na nova fase, os irmãos Eva (Evaluna Montaner de Echeverry) e Rubén (Sebastián Silva) e os personagens ao redor da dupla continuam a lidar com problemas das adolescência um tanto quanto universais para todas as idades, como as incertezas sobre a vida e os altos e baixos enquanto aprendem sobre o amor. É um relacionamento mal resolvido com uma pessoa do seu passado que agita a garota, que tentou deixar para trás a paixão e terá que lidar com uma encruzilhada de sentimentos.

A parte de aventura envolve viagens no tempo. Se antes apenas algumas figuras pulavam entre as décadas, incluindo os dois protagonistas, os novos episódios mostrarão mais personagens explorando as possibilidades dessa ficção científica. Os Guardiões do Tempo precisam ficar atentos para que tudo se resolva enquanto vigiam misteriosas forças ocultas, prontas para causarem problemas.

Atração plural

O projeto foi criado por Catharina Ledeboer (Jovens Bruxas), que também é a responsável pelo roteiro. Segundo a atriz venezuelana Estefany Oliveira, que vive as personagens Delaila e sua avó Mercedes (em versão mais jovem), a autora elabora uma trama capaz de entreter diferentes tipos de público, apesar da fachada teen da atração.

Acho que ela [Catharina] fez um excelente trabalho para que cada personagem faça algo que atraia o mundo infantil, adolescente e adulto ao mesmo tempo. Acaba sendo uma série familiar que pode ser vista por crianças de sete anos ou pessoas de 96 anos. A história consegue mexer com elementos de sucesso de várias épocas e também com coisas atuais. É uma mistura divertida e curiosa de se ver.

Os momentos musicais foram ampliados. Entre novas canções e coreografias feitas para animarem os fãs, Evaluna Montaner de Echeverry, mais conhecida como Luna, acredita que as composições conseguem estar mais conectadas aos momentos em cena.

"Esta temporada está mais ligada à música do que o ano anterior, de uma maneira até diferente. A música flui junto com o desenrolar da história, como quando há uma conexão muito forte entre dois personagens, por exemplo. Foram escritas canções específicas", conta a artista, que revela ter tido a oportunidade de dirigir um dos vídeos.

Club 57 reúne elenco vindo de diferentes países, principalmente os latinos. Além das duas atrizes da Venezuela e dos já citados Johann Vera (Equador) e Sebastián Silva (Colômbia), há espaço para a chilena Carolina Mestrovic (a Vero) e o italiano Riccardo Frascari (o JJ), da turma original. Outro reforço é o argentino Santiago Achaga (Tiago, novo rival intelectual de Eva).

Para Frascari, "ter pessoas de várias partes do mundo é um bônus que enriquece o projeto. É como uma certa esperança para levar para os pequenos espectadores que querem ser atores no futuro. Fora que as nacionalidades variadas engradecem os personagens". "Isso ajuda a superar as fronteiras. Acaba sendo uma mensagem positiva para o público, de uma convivência positiva. Somos de países irmãos, praticamente, e isso fortalece nossa ligação", emenda Silva.

A pluralidade de idades também chama a atenção dentro da série juvenil. "Há um certo balanço entre os [tipos de] personagens que ajuda muito. Tem gente jovem e também pessoas mais velhas, um pessoal com idade mais acima que ajuda a trazer a história para a realidade, para colocar o público com os pés no chão. A maioria dos personagens passa por momentos dramáticos, e é isso que os torna mais completos e dá uma profundidade geral para toda a série", avalia Achaga.

A apresentação do primeiro episódio da segunda temporada no YouTube serve apenas como um aquecimento. A estreia oficial está agendada para segunda-feira (14), às 20h, quando o material começa a entrar na programação regular da Nickelodeon.

Veja o trailer do novo ano de Club 57:


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Elenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreram

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas