Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TERCEIRA TEMPORADA

Duelo entre mortos e fogo nos racistas: O que esperar do futuro de Outer Banks?

Divulgação/Netflix

Rudy Pankow, Chase Stokes, Madelyn Cline e Madison Bailey em cena da 2ª temporada de Outer Banks

Os Pogues de Outer Banks estão de volta; 2ª temporada deixou possibilidades para o futuro

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 1/8/2021 - 6h20

A segunda temporada de Outer Banks estreou na Netflix nesta sexta (30) e não só deixou em aberto o futuro dos Pogues e a resolução da briga pelos tesouros locais como também revelou que dois personagens dados como mortos estão, na verdade, vivos. Com tantas perguntas e tramas sem respostas, uma possível terceira temporada da série promete ser eletrizante.

[Cuidado: spoilers de Outer Banks abaixo]

Entre os principais destaques que serão retomados caso a Netflix renove a atração teen, está o confronto entre Big John (Charles Halford) e Ward Cameron (Charles Esten). Os dois mortos "ressuscitaram" no segundo ano e têm muitas contas a acertar. Há ainda Carla Limbrey (Elizabeth Mitchell), vilã introduzida nos novos episódios, cuja família mantém uma mansão com uma antiga senzala para escravos.

A grande revelação dos novos episódios, que deverá ser explicada em um eventual terceiro ano, será a ressurreição de Big John, cuja morte foi o estopim para o início da caça ao tesouro em Outer Banks. O pai de John B. (Chase Stokes) havia sido supostamente assassinado por Cameron, seu antigo parceiro e grande vilão da trama.

Na última cena do segundo ano, Carla, que ainda deseja encontrar o Manto escondido por Denmark Tanny, vai ao encontro de John para firmar uma parceria. Em troca, o pai do protagonista pede que ela ajude o seu filho.

A nova leva também deverá desenvolver mais do não-romance entre Kye (Madison Bailey) e Pope (Jonathan Daviss), além de finalmente fazer justiça para John B. e colocar Rafe (Drew Starkey) na mira da polícia pelo assassinato da xerife Peterkin (Adina Porter).

Abaixo, o Notícias da TV lista o que os fãs podem esperar de uma possível terceira temporada de Outer Banks:

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Cameron morreu, mas passa bem

Duelo entre mortos

A notícia de que Big John está vivo foi a maior reviravolta da série até agora. Sua morte foi o que levou John B. e seus amigos à caça ao tesouro que movimentou a trama de Outer Banks em suas duas temporadas. Com o personagem vivo, os fãs mal podem esperar pelo reencontro com Ward.

A parceira feita entre Big John e Carla Limbrey no final da segunda temporada mostrou que o pai de John B. está ciente dos perigos enfrentados pelo filho. Com a vida do garoto em risco mais uma vez, é bem possível que o ex-parceiro de Ward entre novamente na briga pelo ouro do Royal Merchant e da cruz de Denmark Tanny.

Fogo nos racistas

Carla Limbrey foi introduzida nos novos episódios como uma vilã que poderia bater de frente com Ward Cameron. Sua jornada para encontrar o manto sagrado escondido na cruz de ouro a deixou sem escrúpulos e sem se importar com quem precisaria lidar no caminho.

Sua obsessão pela cruz quase custou a vida de Pope, que fugiu de um sequestro quando visitou a mansão da megera. Na conversa entre os dois, Carla explicou que foram seus ancestrais os responsáveis pela morte de Denmark Tanny, um ex-escravo que passou anos ajudando seus semelhantes.

Sem renegar seu passado, Carla segue o legado tóxico de seus familiares ao manter a antiga senzala de pé em sua enorme mansão. Caso finalmente coloque as mãos na cruz de Denmark, Pope pode trazer justiça para seus antepassados que sofreram nas mãos da família Limbrey.

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Pope e Kye ficam juntos?

O não-romance entre Pope e Kye

Para os fãs que adoram um bom romance, os novos episódios de Outer Banks juntaram ainda mais os amigos Pope e Kye. A primeira parte do segundo ano aproxima o casal de maneira que torna possível torcer pelo amor entre os dois. Mas, após uma noite juntos, o fogo se apagou.

Com a busca pela cruz dourada se acirrando conforme o novo ano chegava ao clímax, a trama entre os dois acabou deixada um pouco de lado. Mesmo assim, houve espaço para Kye explicar para Pope que não queria nada sério, o que deixou o garoto arrasado.

Caso a história do romance seja retomada, os fãs que torceram pelo novo casal terão mais uma chance de shippar uma dupla que não seja o já batido namoro entre os protagonistas John B. e Sarah (Madelyn Cline).

Justiça para John B.

É verdade que John B. conseguiu limpar seu nome da falsa acusação do assassinato da xerife Peterkin (Adina Porter) no primeiro ano, mas apenas porque Ward assumiu a autoria do crime para proteger Rafe (Drew Starkey), o verdadeiro assassino.

Com a notícia de que Ward está vivo e fingiu a sua morte para escapar da prisão, a identidade do assassino de Peterkin voltará a ser debatida nos novos episódios. Com isso, é possível que a polícia comece a investigar novamente a família Cameron, e Rafe finalmente vá para trás das grades.

Vitória dos Pogues

O quinteto formado por John B., Sarah, Pope, Kye e JJ (Rudy Pankow) provou inúmeras vezes que é ótimo em caçar tesouros. Foi o grupo que encontrou o ouro naufragado no primeiro ano e a cruz dourada na segunda temporada. No entanto, nas duas oportunidades, a recompensa foi parar nas mãos dos vilões.

Com Rafe no comando da família Cameron enquanto Ward se recupera da surra de John B. e em posse de ambos os tesouros, o quinteto vai mirar todas as suas forças para derrubar o irmão de Sarah. Quem sabe dessa vez a sorte se vire para o lado dos protagonistas, e eles, enfim, conquistem uma vitória após duas temporadas (quase) morrendo na praia.

Assista ao trailer da segunda temporada de Outer Banks:


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas