Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PARAMOUNT+

Com blogueira assassina, As Seguidoras faz crítica debochada de redes sociais

DIVULGAÇÃO/PARAMOUNT+

A atriz Maria Bopp com máscara vermelha no rosto, expressão séria, camiseta preta e branca, em cena da série As Seguidoras

A atriz Maria Bopp no papel de Liv, uma sátira das influenciadoras digitais na série As Seguidoras

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 6/3/2022 - 6h30

As blogueiras e influenciadoras digitais fazem parte da vida de milhões de pessoas todos os dias, com seus vídeos, fotos e textões e publicidades em redes sociais. Mas quanto realmente os fãs sabem da intimidade dessas pessoas? A série As Seguidoras se utiliza de diversos clichês desse universo para fazer uma sátira das mulheres que ganham a vida expondo suas imagens nas redes sociais. A protagonista chega ao ponto de matar para manter sua reputação. 

Criada por Manuela Cantuária e produzida pelo Porta dos Fundos, As Seguidoras conta a história de Liv (Maria Bopp), influenciadora que acabou de chegar aos 100 mil seguidores.

A rotina dela tem uma coleção de clichês e situações típicas de jovens famosas em redes sociais: acordar e já gravar absolutamente tudo de sua vida, fazer receitas e pregar hábitos de uma suposta vida ultrassaudável, discursos de bem-estar e de positividade tóxica e patrocínio de marcas para qualquer atividade do dia, por exemplo. 

Liv começa a se preocupar quando um homem que conhece um segredo terrível do passado dela se reaproxima, a persegue e ameaça revelar a todos os seguidores o que ela fez. Num impulso, a protagonista entra numa luta corporal com ele e o mata em sua própria casa. 

O público não conhece de cara qual é o segredo que ela esconde, e o mistério permanece, com algumas dicas, ao longo dos episódios. Mas logo se vê que Liv tem alguma experiência com assassinatos. Ela mutila todo o corpo da primeira vítima e guarda os pedaços num freezer que ganhou de uma marca. Depois, ainda mata o stalker de uma outra influenciadora, de quem Liv sonha em ser amiga íntima. 

"O principal [na série] é o fato de ser um thriller cômico, não tenho na minha memória essa junção dos dois gêneros. Muitas vezes eu levava a sério demais, 'tenho que ser uma assassina dramática', mas é Porta dos Fundos, o absurdo é a graça da série", explica Maria Bopp. 

A atriz interpretou Bruna Surfistinha na série Me Chama de Bruna (2016-2020) e, nos últimos anos, ganhou fama nas redes sociais por criar a personagem Blogueirinha do Fim do Mundo. Em vídeos carregados de ironia, Maria faz suas versões de discursos de blogueiras (como mostrando "recebidos" ou pedindo desculpas após algum cancelamento) com inclusão de deboche e críticas sociais. 

"Com a Blogueirinha do Fim do Mundo eu faço isso, e o desafio [em As Seguidoras] era fazer essa blogueira sem criticá-la. Porque senão perde o sentido, a personagem tem que ser de verdade. A Liv, tanto no lado serial killer quanto a blogueira, tem desejo por seriedade. Ambos têm desejo de chamar a atenção, o anonimato é um pesadelo, o desejo por likes vem a qualquer custo. [Na vida real] As pessoas usam de polemicas pra aparecer na mídia. Isso também foi material de estudo pra mim", diz ela. 

Na série, os crimes que Liv comete passam a ser investigados tanto pela polícia quanto por uma podcaster. Antonia, personagem de Gabz, é uma jovem hacker que esconde boa parte de sua vida na internet e é viciada em podcasts de crimes reais. Preocupada e curiosa, ela segue pistas para tentar desvendar os mistérios da história. 

"A minha vontade era ver personagens femininas fazendo papeis que sempre eram de homens. Detetive, policial, investigador, serial killer, sempre girou em torno de homens. Foi um exercício muito interessante pra a gente entender como uma mulher se comportaria, agiria dentro dessa coisa do thriller, da violência. Tem tantos anti-heróis que são babacas e a gente os ama. Por que a gente não pode amar uma mulher que faz isso? Já estava mais do que na hora", opina Manuela Cantuária. 

Os seis episódios de As Seguidoras estão disponíveis com exclusividade no Paramount+ a partir deste domingo (6). 


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.