Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Na Netflix

Campeão da NBA e ex-parceira de Beyoncé dão show na 3ª temporada de Greenleaf

Reprodução/OWN

Os atores Rick Fox e LeToya Luckett em Greenleaf; nova temporada do drama estreia nesta quinta (22) - Reprodução/OWN

Os atores Rick Fox e LeToya Luckett em Greenleaf; nova temporada do drama estreia nesta quinta (22)

JOÃO DA PAZ

Publicado em 22/11/2018 - 5h23

Em meio a um elenco repleto de talentos, incluindo uma vencedora do Emmy, quem rouba a cena na terceira temporada de Greenleaf, que estreia na Netflix nesta quinta (22), são um campeão da NBA e uma ex-parceira de Beyoncé. O ex-jogador de basquete Rick Fox e a cantora LeToya Luckett interpretam personagens cruciais na nova leva de episódios.

Fox gasta sua pinta de galã interpretando o jornalista Darius Nash, que entrou na série na segunda temporada e só agora vira um personagem proeminente. Editor do Memphis Daily News, acompanha cada passo da família Greenleaf, que tem como patriarca o bispo James (Keith David), pastor da igreja Calvary Fellowship.

Na terceira temporada, James se vê envolvido em um escândalo fiscal após uma auditoria do IRS (a Receita Federal norte-americana) mandar para a igreja uma conta de US$ 2 milhões (R$ 7,5 milhões) supostamente não declarados. O FBI investiga o caso e, se a conta não for paga, James será acusado de fraude.

Rick Fox segura trófeu da NBA, ganho no ano de 2002

Nash fica em uma posição delicada porque o jornal no qual trabalha mergulha fundo nessa apetitosa história, e ele é o namorado da filha mais velha de James, a também pastora Grace (Merle Dandridge). A encruzilhada do jornalista entre emplacar uma grande reportagem ou esquecer a carreira em prol do seu grande amor move o lado romântico da produção.

Em Greenleaf, Fox encontrou um bom papel para somar à sua carreira de ator. Durante 13 anos, ele jogou nos dois maiores times de basquete dos Estados Unidos, o Boston Celtics e o Los Angeles Lakers. No último, foi tricampeão entre 2000 e 2002, atuando como titular em um time que tinha também Shaquille O’Neal e Kobe Bryant, dois dos maiores nomes do esporte da bola laranja.

Vilã
A antagonista da terceira temporada é a venenosa Rochelle Cross. Interpretada por LeToya Luckett, a detetive particular apareceu cheia de interesses na segunda temporada, doando milhares de dólares para a igreja Calvary Fellowship. Agora, ficou revelado o porquê disso: ela quer se aproximar de James e destruir toda sua família.

LeToya acerta o tom ao dar vida a uma vilã de duas caras. Para James, ela se mostra como uma mulher bondosa, chegando até a seduzir o bispo, colocando em risco o casamento dele com Lady Mae, vivida pela vencedora do Emmy Lynn Whitfield.

Capa do terceiro disco solo de LeToya Luckett

Rochelle se oferece para ajudar James a se livrar do problema com a Receita Federal. Mas, pelas costas, a meiga e sexy amiga muda de feição: ela transborda ira e guarda um rancor doentio contra os Greenleaf.

Também cantora, LeToya Luckett fez parte da primeira formação do grupo Destiny's Child, liderado por Beyoncé. Ela participou dos dois primeiros álbuns: Destiny's Child (1998) e The Writing's on the Wall (1999). Após uma briga com Beyoncé e seu empresário, LeToya optou por seguir carreira solo. No ano passado, ela lançou Back 2 Life, seu terceiro disco solo.

Fé adolescente
Greenleaf aborda na terceira temporada uma perspectiva interessante da fé cristã: como adolescentes lidam com dúvidas sobre a crença em Deus e a pressão de agradar a um pai pastor. A protagonista da primeira história é Sophia (Desiree Ross), que deixa o avô James e a mãe Grace consternados com questionamentos de valores da fé que eles pregam para multidões.

Já a prima de Sophia, Zora (Lovie Simone), é rebelde e vive uma relação instável com seu pai, o pastor Jacob (Lamman Rucker), da Triumph Church. Ele tenta criá-la na base da rigidez, mas ela quer viver uma vida independente.

TUDO SOBRE

Netflix

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?