Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

EXIBIDA EM 2007

Visita do papa e dólar a R$ 2: Como era o Brasil no ano da estreia de Paraíso Tropical

Rafael França/TV GLOBO

Daniel (Fabio Assunção) e Paula (Alessandra Negrini) se encaram e sorriem em cena de Paraíso Tropical

Daniel (Fabio Assunção) e Paula (Alessandra Negrini) em Paraíso Tropical: reprise na Globo

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 27/11/2023 - 13h36

Paraíso Tropical será reprisada pela primeira vez no Vale a Pena Ver de Novo a partir desta segunda (27). A novela de Gilberto Braga (1945-2021) e Ricardo Linhares foi ao ar originalmente entre 5 de março e 28 de setembro de 2007. O mundo mudou bastante desde que a trama das gêmeas Paula e Taís, ambas vividas por Alessandra Negrini, ocupou a faixa mais nobre da Globo há 16 anos.

Em 1º de janeiro daquele ano, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) iniciou o segundo mandato como presidente da República. O salário mínimo passou de R$ 350 para R$ 380 em 1º de abril. Hoje, o valor é de R$ 1.320.

Segundo dados do Banco Central do Brasil, um dólar valia R$ 2,13 no dia da estreia da novela, marcada por personagens inesquecíveis como Bebel (Camila Pitanga) e Olavo (Wagner Moura). Em 2023, a moeda norte-americana é comercializada por mais de R$ 4.

No dia em que a trama conduzida pela história de amor de Daniel (Fabio Assunção) e Paula entrou no ar, a Globo exibia nas outras faixas as novelasO Profeta (2006), que deu lugar a Eterna Magia (2007) pouco depois, e Pé na Jaca (2006).

Já Malhação (1995-2020) entrava em sua 14ª temporada, protagonizada por nomes como Thaila Ayala, Fiorella Mattheis, Rômulo Arantes Neto e Klebber Toledo. A minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes (2007) também contava a história do Acre nas noites da Globo.

No mesmo ano, chegou ao fim o Sítio do Picapau Amarelo (2001-2007) após sete temporadas. Já Toma Lá Dá Cá (2007-2009) passou a divertir o público quando estreou em agosto.

Na concorrência, a saga dos mutantes na Record começava com Caminhos do Coração (2007), enquanto o SBT exibia a terceira reprise de A Usurpadora (1998).

O ano foi marcado ainda pelas mortes de Paulo Autran (1922-2007), Nair Bello (1931-2007), Pedro de Lara (1925-2007), Irma Alvarez (1933-2007) e Herval Rossano (1935-2007).

No cenário musical, as cinco canções mais reproduzidas no Brasil eram: Big Girls Don't Cry, hit da carreira solo de Fergie que embalou o romance de Diego Alemão e Íris Stefanelli no BBB 7; Don't Matter, de Akon; Deixo, de Ivete Sangalo; Eu Sei, música da banda Papas da Língua que estava na trilha sonora de Páginas da Vida (2006); e Razões e Emoções, do NX Zero.

A visita do papa Bento 16 (1927-2022) ao Brasil está entre os momentos históricos daquele ano. O religioso ficou no país entre 9 e 13 de maio, indo às cidades de São Paulo e Aparecida, onde foi presidida a Conferência Episcopal da América Latina e do Caribe. Na ocasião, frei Galvão (1739-1822) foi canonizado e oficializado como o primeiro santo nascido no Brasil.

Em julho, o Cristo Redentor foi eleito uma das novas sete maravilhas do mundo. E o Rio de Janeiro sediou a 15ª edição dos Jogos Pan-Americanos.

História de Paraíso Tropical

Apesar de ter sido indicada ao Emmy Internacional na categoria de melhor novela, a história não empolgou o público no início. Os autores precisaram reverter o cenário e apostaram na valorização das personagens femininas.

Segundo um grupo de discussão, uma das causas da rejeição foi o tom da trama, considerada por Linhares como "muito masculina" --já que a história principal girava em torno da disputa de poder entre Daniel e Olavo na empresa de Antenor Cavalcanti (Tony Ramos).

O jogo virou quando os escritores fizeram mudanças para reduzir um pouco esse arco masculino e ressaltar mais a presença das mulheres --mas sem alterar tanto o que estava previsto na sinopse do folhetim.

Outro imprevisto em Paraíso Tropical foi a falta de torcida pelo casal de protagonistas. Foi então que os anti-heróis roubaram completamente a atenção: Olavo e Bebel caíram no gosto do público com um romance torto e cheio de química.

Gilberto Braga também usou a fórmula do "quem matou" para engajar o telespectador na reta final. O assassinato de Taís não estava previsto na sinopse, e a dúvida sobre o responsável pelo crime durou um mês.


Resumos Semanais

Paraíso Tropical: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 17 a 19/4

Quarta, 17/4 (Capítulo 102)
Ana Luisa conta para Nereu que Taís se matou. Lucia se surpreende com Antenor deitado no quarto escuro. Lucia conta para ele que Taís se matou com gás. Hermínia e Clemente contam para Zé Luis que ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.