Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

SÓ HUMILHAÇÃO

Tião Galinha fica rico em Renascer? Roceiro perde tudo após plano de Egídio

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Irandhir Santos caracterizado como Egídio; ele segura facão e o aponta para a nuca de Vladimir Brichta, fora do quadro, em cena de Renascer

Tião Galinha (Irandhir Santos) em cena de Renascer; ele perderá tudo em golpe de Egídio

SABRINA CASTRO

sabrina@noticiasdatv.com

Publicado em 24/5/2024 - 15h09

Tião Galinha (Irandhir Santos) até pensará que "Deus sorriu para a família dele" em Renascer, mas essa impressão durará pouco. Logo, Egídio (Vladimir Brichta) dará um rejeito de se vingar pelo golpe que sofreu. Ele colocará capangas para irem atrás do ex-catador de caranguejos e surrupiarem os R$ 200 mil entregues a ele. De quebra, o roceiro ainda será preso injustamente por roubo --e tirará a própria vida na cadeia.

A morte dele será amenizada no remake, para ser menos traumática do que foi em 1993. Ainda assim, Tião ressaltará a injustiça que permeou sua existência. Tudo desmoronará no melhor momento da vida do funcionário, que humilhará o patrão com fervor em cenas que devem ir ao ar nesta sexta (24).

O personagem de Irandhir Santos chegará a colocar um facão na nuca do vilão, que estará imobilizando Joana (Alice Carvalho) para abusar dela. "Eu... Eu acho que posso explicar", soltará o maldito, tentando evitar a morte iminente. Ele também estará desesperado porque a própria mulher, dona Patroa (Camila Morgado), terá o flagrado em meio a cena de assédio.

"Vai se explicar pra quem? Pra mim ou pro marido dela?", debochará a mãe de Sandra (Giullia Buscacio), que já estava ciente das safadezas do marido. Tião, por sua vez, fingirá estar com ódio e ameaçará o patrão. A verdade é que ele já sabia dos abusos do malvado, bem como se aliou a Patroa e a Joana para arrancar dinheiro dele.

A mãe dos "remelentinhos" fingiu aceitar se deitar com Egídio em troca de R$ 200 mil, que deveriam ser pagos antecipadamente. A ideia era que, na hora H, Patroa e Tião o salvassem --exatamente o que acontecerá.

"O dinheiro que o coronel me deu hoje cedo... Dizendo que era os meus direitos... Direitos de quê, eu me pergunto? De corno?", questionará ele, se fazendo de desentendido. "Eu mato ele, dona Patroa?"

"Não, Tião. Pegue sua mulher e sua família e vá embora daqui. E eu lhe garanto que não vai ninguém atrás de vocês", arrematará a mulher. "De jeito maneira", concordará o vilão, tremendo de medo de ser assassinado.

O casal, então, virará as costas e irá embora. Livre do facão, Egídio terá a audácia de reclamar por Tião ter levado seu dinheiro. "Ele lhe deixou vivo... Levante as mão pro Céu... E agradeça!", dirá Patroa. "Agora anda: vá vestir suas calças, que você tá ridículo desse jeito... Coronel!"

Mais tarde, Egídio se dará conta que tudo não passou de um plano. O coronel perceberá que Iolanda deu um jeito de não ir à viagem que ele havia programado para ela, de forma a estar em casa no momento do flagra. Furioso, ele mandará Marçal (Osvaldo Mil) ir atrás do ex-funcionário.

Renascer foi escrita e criada pelo autor Benedito Ruy Barbosa. A primeira versão foi ao ar na Globo em 1993. Bruno Luperi é neto do novelista e responsável pela adaptação da saga rural que estreou no horário nobre em janeiro. O remake será substituído por Mania de Você, nova trama de João Emanuel Carneiro, em setembro.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas.


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 24/6 a 6/7

Segunda, 24/6 (Capítulo 133)
Egídio concorda em abrigar Mariana em sua casa. João Pedro mostra a Sandra sua intenção em resgatar o amor da mulher. Lu gosta de saber que João Pedro aceitou o negócio proposto por Bento. Augusto questiona ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.