SAIU DO ARMÁRIO

Sem sexo, drag queen de Onde Nascem Os Fortes provoca sertão homofóbico

Fotos: Reprodução/TV Globo

Ramirinho/Shakira do Sertão (Jesuíta Barbosa) em cena da novela das onze da Globo - Fotos: Reprodução/TV Globo

Ramirinho/Shakira do Sertão (Jesuíta Barbosa) em cena da novela das onze da Globo

MÁRCIA PEREIRA, na Paraíba - Publicado em 16/06/2018, às 06h00

A sofrência de Maria (Alice Wegmann) ao longo dos quase dois meses de Onde Nascem Os Fortes enfim abriu espaço para Ramirinho (Jesuíta Barbosa), o artista que se apresenta vestido de mulher. Ao "sair do armário" para revelar ao pai a sua verdadeira face, o personagem provoca homofóbicos sem apelar para o sexo. Shakira do Sertão coloca o dedo na ferida de quem acha que tem lugar onde "isso não existe".

"O Brasil inteiro tem déficit de aceitação e respeito à 'travestilidade', mas São Paulo tem mais aceitação e abertura. É o lugar onde as pessoas se vestem do jeito que querem. Já o sertão ainda segura esse patriarcado. É importante mostrar para eles que isso existe", explica Jesuíta Barbosa.

Sertanejo multifacetado, Ramirinho, como a maior parte dos personagens da novela das onze, busca mostrar que os moradores do sertão são antenados, estão nas redes sociais, não são desprovidos de cultura ou de acesso à informação.

Mas o folhetim mostra também que ainda há uma presença forte do coronelismo, com o juiz Ramiro (Fábio Assunção). Papel, aliás, cuja interpretação deve ser elogiada. Assunção imprime um homem ranzinza, autoritário, sem escrúpulo e traquejo.

"Ele tem um pai que é o juiz do sertão, um cara violento. É uma relação difícil. A curva aparece quando ele diz 'não' e vai ocupar outro corpo. Esse patriarcado imposto começa a ruir. O que acontece não é só para a Shakira, mas para quem está perto e é obrigado a entender que as coisas nem sempre são como a gente quer", declara o ator. Ramiro descobriu nesta semana a vida dupla que o filho levava.

fábio rocha/tv globo 

Ramiro (Fábio Assunção) flagrou o filho ensaiando no palco da boate no capítulo de sexta (15)

Barbosa, 26 anos, estreou na TV em 2014, na bem-sucedida minissérie Amores Roubados, do autor George Moura, com direção de José Luiz Villamarim, responsáveis também por Onde Nascem Os Fortes.

De lá para cá, ele fez outros trabalhos na Globo, mas essa é a primeira vez que explora um universo que conhece bem: ele fez parte do coletivo artístico As Travestidas, grupo que conta com atores travestis e transexuais, o mesmo de Silvero Pereira, lançado como Nonato/Elis Miranda em A Força do Querer (2017).

Barbosa até brinca. "Já fiz muito isso na minha vida. Já saí montada na [rua] 13 de Maio [em São Paulo], já fui para Fortaleza, tenho essa experiência de rua."

Sexo de fora
Shakira foi criada para ele, a pedido de Villamarim. Por isso, o ator deu pitaco até nos assuntos que seriam retratados. "Eu não queria, de jeito nenhum, trabalhar a Shakira em função da questão sexual. A minha vontade, junto com o Zé, era de fazer uma drag, mas não deixar a questão sexual vir à tona, e eu acho que a gente está conseguindo fazer isso. Ela é uma artista performática, e isso é o mais importante."

Shakira em cena; Jesuíta Barbosa tem experiência em "sair montada" nas ruas (Fábio Rocha/TV Globo) 

A personagem seria uma cover da cantora colombiana Shakira. Mas, no meio do processo, isso mudou. 

"Aí chegamos nesse universo da travesti do sertão. A gente foi para um lugar muito mais plural e livre do que seria imitar uma figura já existente. Também trouxemos o canto, porque antes eu ia dublar", conta o ator.

Par romântico e perda de audiência
Apesar de Barbosa rejeitar rótulos para o seu personagem, Ramirinho já disse em cena que é gay e deve terminar sua trajetória com Valdir (Pedro Fasanaro), o recepcionista do hotel.   

A cantora do Bodão Night Clube chama a atenção desde o primeiro capítulo. Mas ficou em segundo plano até Onde Nascem Os Fortes passar da metade de sua duração e perder audiência.

De carona no sucesso da reta final de O Outro Lado do Paraíso, a trama registrou média de 18,7 pontos no Ibope da Grande São Paulo. Mas, quando a novela de Walcyr Carrasco saiu do ar, Onde Nascem caiu mais de dois pontos: marcou 16,4 pontos de média entre 14 de maio e 14 de junho.

Leia também

 

 

Últimas de Onde Nascem os Fortes

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook