Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

BRUNO LUPERI

Remake de Renascer: Globo convoca autor de Pantanal para reescrever novela

JOÃO MIGUEL JÚNIOR/GLOBO

Bruno Luperi sorri

Bruno Luperi: neto de Benedito Ruy Barbosa viaja à Bahia para escrever remake de Renascer

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 28/2/2023 - 7h00

A Globo começou a pré-produção do remake de Renascer (1993), que vai entrar na fila do horário das nove e deve ir ao ar em 2024. Na semana passada, em pleno Carnaval, o autor Bruno Luperi viajou à região de Ilhéus, no sul da Bahia, para conhecer o cultivo de cacau. Assim como fez em Pantanal (2022), o neto de Benedito Ruy Barbosa cuidará do texto da nova novela.

Segundo apurou o Notícias da TV, além de Luperi, equipes de pesquisa e produção --no total, dez pessoas-- também visitaram possíveis locações e se reuniram com representantes da prefeitura de Ilhéus para pedir apoio nas gravações. Os mandatários da região se mostraram interessados em colaborar.

A prefeitura fez até uma visita guiada em uma fazenda de cacau na região. Lá, Bruno Luperi tirou fotos com os trabalhadores e donos da propriedade e fez perguntas sobre o cultivo e a rotina da produção. Ao Notícias da TV, a prefeitura de Ilhéus confirmou a visita da equipe da Globo na cidade.

A ideia de gravar a novela na região foi bem recebida pelo governo local. A exposição no principal produto da televisão brasileira aumenta a procura por viagens e tende a movimentar a economia. Nos próximos meses, Luperi e a produção da novela devem voltar à região para novas pesquisas.

Nessa primeira etapa, foram feitas pesquisas no sul da Bahia, visitas a produtores rurais e a centros de pesquisa na região, como o Centro de Inovação do Cacau, da Universidade Estadual de Santa Cruz. Assim que o elenco for escalado, parte dos atores também embarcará para o interior da Bahia.

Bruno Luperi já recebeu o roteiro original da novela para começar a escrever e estudar um primeiro bloco de capítulos que precisa ser entregue. Assim como fez com em Pantanal, o neto de Benedito Ruy Barbosa vai beber bastante na fonte do avô para produzir um roteiro com poucas alterações.

Como é a trama de Renascer

A primeira versão de Renascer, feita no início da década de 1990, teve gravações em Ilhéus e em outras duas cidades do sul da Bahia: Itabuna e Barro Preto. A tendência é que a Globo defina o cronograma de gravações no início do segundo semestre, o que sinaliza a chance de o remake ir ao ar depois de Terra e Paixão, novela de Walcyr Carrasco que estreia em maio após Travessia. 

Dirigida por Luiz Fernando Carvalho, a primeira versão da novela teve 213 capítulos. Renascer conta a história de José Inocêncio (Antonio Fagundes), um fazendeiro de cacau rico na Bahia. Ao chegar à região onde vai fazer sua vida, finca um facão aos pés de um frondoso jequitibá.

O gesto passa a ser o símbolo de sua coragem e do sonho de se tornar eterno. Apaixona-se após o boi-bumbá passar por sua fazenda, casa-se com Maria Santa (Patrícia França) e torna-se pai de quatro filhos: José Augusto (Marco Ricca), José Bento (Tarcísio Filho), José Venâncio (Taumaturgo Ferreira) e João Pedro (Marcos Palmeira), o caçula, cujo nascimento é acompanhado da morte da mãe.

O fato faz com que José Inocêncio desenvolva um relacionamento de ódio com o filho. Essa desavença é que conduz todas as tramas da história. Elas se aceleram quando Inocêncio, já com quase 60 anos de idade, conquista e se casa com a namorada de João Pedro, a jovem Mariana (Adriana Esteves).

Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações sobre novelas, celebridades e reality show:


Resumos Semanais

Renascer: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 27/5 a 8/6

Segunda, 27/5 (Capítulo 109)
José Inocêncio é surpreendido por Eliana, que lhe entrega documentos que comprovam que Buba é uma mulher trans. Sandra repreende Eliana. Inácia conta a Ritinha que Eliana esteve na fazenda. Eliana rejeita Damião. Augusto confronta José ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.