Fera Radical

Rancorosas, injustiçadas e cruéis: as maiores vingativas das novelas

Divulgação/Globo

Malu Mader foi a vingativa protagonista de Fera Radical; novela volta ao ar no Viva - Divulgação/Globo

Malu Mader foi a vingativa protagonista de Fera Radical; novela volta ao ar no Viva

FERNANDA LOPES - Publicado em 05/06/2017, às 05h32

"Fera" e "Radical" foram os adjetivos escolhidos pelo autor Walther Negrão para caracterizar a protagonista extremamente vingativa da novela que estreia no canal Viva nesta segunda (5).

Malu Mader, então com 22 anos, viveu sua primeira personagem principal em Fera Radical (1988): ela interpretava Claudia, uma jovem que tinha a vingança como seu grande objetivo de vida. Personagens rancorosas como ela fazem sucesso na teledramaturgia brasileira e se destacam por engajarem o público em suas tramas cheias de reviravoltas e revelações.

Claudia era criança quando presenciou o extermínio de sua família em um incêndio criminoso. Adotada por uma ex-cafetina, ela cresceu sem esquecer do massacre, e 15 anos depois voltou à sua cidade natal para descobrir quem foram os culpados pela destruição de sua família e se vingar deles.

Assim como Cláudia, Nina (Débora Falabella) de Avenida Brasil (2012) também sofreu muito na infância nas mãos de Carminha (Adriana Esteves) e retornou na vida adulta para dar o troco na vilã. Tieta (Betty Faria) também decidiu enfrentar seus algozes e retornar à sua cidade após ser escorraçada do local.

Relembre as personagens mais vingativas das novelas:

divulgação/globo

Nina (Débora Falabella) foi empregada de Carminha (Adriana Esteves) em Avenida Brasil

Nina - Avenida Brasil (2012)
Após a morte de seu pai, Nina foi abandonada em um lixão por sua madrasta, Carminha. A menina foi adotada por uma família argentina, mas voltou ao Brasil já adulta com a ideia fixa de se vingar da vilã. Ela se disfarçou de cozinheira doméstica e se instalou na casa da rival, até que conseguiu provas contra Carminha e passou a chantageá-la. As duas seguiram se atacando e armando uma contra a outra até o fim da trama, quando Carminha foi presa e perdoada por Nina após cumprir pena.

divulgação/globo

Tieta (Betty Faria) chegou com tudo em seu retorno à sua cidade natal, Santana do Agreste

Tieta - Tieta (1989)
Tieta (Betty Faria) era considerada ousada, livre e provocante demais para a pequena Santana do Agreste. Por isso, na juventude, foi escorraçada da cidade por influência de sua própria irmã, a pudica Perpétua (Joana Fomm). Vinte e cinco anos depois, ficou rica e voltou ao local decidida a se vingar. Ela seduziu seu sobrinho, impediu que ele se tornasse seminarista e ainda revelou o segredo da irmã: Perpétua guardava em uma caixa o pênis embalsamado de seu marido morto.

reprodução/Tupi

Juliana (Cleyde Yáconis) foi pioneira entre as personagens vingativas da teledramaturgia

Juliana - Os Inocentes (1974)
A Juliana de Os Inocentes foi pioneira entre as vingativas das novelas. Na infância, a personagem foi escorraçada com sua mãe da pequena cidade onde as duas moravam. Já adulta, Juliana conquistou riqueza e poder e voltou ao local, fingindo ser outra pessoa. O objetivo era se vingar dos responsáveis pela crueldade que viveu no passado. Os Inocentes e Fera Radical foram baseadas na mesma obra literária: A Visita da Velha Senhora, do autor suíço Friedrich Dürrenmatt.

divulgação/globo

Ana Francisca (Mariana Ximenes) guardou mágoas durante anos de suas ex-colegas de classe

Ana Francisca - Chocolate com Pimenta (2003)
Ana Francisca (Mariana Ximenes) era uma menina inocente quando chegou à fictícia cidade de Ventura em Chocolate com Pimenta (2003). Considerada feia e pobre, ela foi ridicularizada pelas garotas ricas do colégio, engravidou de Danilo (Murilo Benício), foi abandonada e acolhida por Ludovico (Ary Fontoura), dono da fábrica de chocolates que se casou com ela para salvar sua honra. Com a morte de seu protetor, Aninha voltou à cidade disposta a se vingar de todos que riram dela. Mas, ao longo da trama, ela se rendeu ao amor por sua família e por Danilo e desistiu dos planos malignos.

divulgação/Globo

Norma (Gloria Pires) saiu da cadeia focada em sua vingança contra Léo (Gabriel Braga Nunes)

Norma - Insensato Coração (2011)
Norma (Gloria Pires) era uma mulher de boa índole e boas intenções, até que caiu no papo e nas armações de Léo (Gabriel Braga Nunes) e acabou presa por um roubo que não cometeu. Após muito sofrimento na cadeia, ela foi solta, se casou com um homem rico, logo ficou viúva e colocou em prática sua vingança contra o vilão. Norma chantageou Léo, o humilhou, chegou a prendê-lo em um canil e o obrigou a comer apenas restos.

Divulgação/Globo

Mariana Ximenes interpretou sua segunda vingativa em Passione, com a personagem Clara

Clara - Passione (2010)
Oportunista e interesseira, Clara (Mariana Ximenes) dedicava todas as suas atividades durante Passione à vingança contra Saulo (Werner Schunemann), que abusou sexualmente dela quando era criança. Ela participou das falcatruas de Fred (Reynaldo Gianecchini) na empresa do vilão e até se casou com Totó (Tony Ramos), herdeiro da família de Saulo, para tentar tirar dinheiro deles. No final, Clara assassinou Saulo com facadas em uma cama de motel. Após o crime, ela conseguiu sair ilesa: a jovem apareceu em uma praia paradisíaca no último capítulo, ao lado de um homem mais velho.

divulgação/globo

A atriz Cláudia Abreu ganhou grande repercussão como a rancorosa Laura de Celebridade

Laura - Celebridade (2003)
Uma mágoa de infância também motivou a vingança de Laura Prudente da Costa (Cláudia Abreu) em Celebridade. Ela acreditava que seu pai era o verdadeiro autor de uma música de muito sucesso e que Maria Clara Diniz (Malu Mader) era a responsável pela derrocada dele. Por isso, a vilã se fingiu de funcionária leal da empresária para se aproximar e tirar tudo da protagonista, da profissão até as roupas. As duas rivais tiveram um embate que gerou muita repercussão, no qual brigaram aos tapas no banheiro de uma boate. No final, Laura foi desmascarada e Maria Clara retomou os bens que havia perdido.

Tudo sobre

Globo

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está gostando de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook