Drama do passado

Orgulho e Paixão: Julieta revela que engravidou e se casou com estuprador

Reprodução/TV Globo

Julieta (Gabriela Duarte) lembrará da violência que sofreu aos 16 anos em cena de Orgulho e Paixão - Reprodução/TV Globo

Julieta (Gabriela Duarte) lembrará da violência que sofreu aos 16 anos em cena de Orgulho e Paixão

REDAÇÃO - Publicado em 19/06/2018, às 07h36

Julieta (Gabriela Duarte) abrirá o coração e revelará seu passado sombrio a Elisabeta (Nathalia Dill) em Orgulho e Paixão. A fazendeira justificará a relação possessiva com Camilo (Maurício Destri) ao contar que o filho foi fruto de um estupro cometido por seu falecido marido quando ela tinha apenas 16 anos. A mãe do playboy lembrará ainda que foi obrigada a se casar e conviver com seu agressor.

No capítulo que irá ao ar nesta terça-feira (19), Julieta não suportará mais guardar seu segredo e despejará suas mágoas durante conversa com a noiva de Darcy (Thiago Lacerda).

"Não consigo guardar mais sozinha essa dor em meu peito. Eu... Eu não consigo abraçar direito meu filho, eu não consigo passar as mãos em seus cabelos, eu... Eu não consigo ser a mãe que meu filho merece, porque Camilo... Meu amado filho, Camilo, é fruto de um estupro!", revelará.

Horrorizada, Elisabeta levará as mãos à boca e tentará entender melhor a história. "Que horror, dona Julieta... Sinto tanto. Então Camilo não é filho de seu marido, é isso?!", perguntará, confusa.

"Eu não sei o que é o pior, Elisabeta. Olhando pra mim hoje, você acredita que sou imune a todos os perigos, não é mesmo? Mas fiquei noiva aos 15 anos. Noiva de um homem asqueroso chamado Osório. Um casamento arranjado por meus pais. Perto do casamento, aos 16 anos, não suportei tamanha injustiça com minha vida e quis romper o enlace. Falei que ia romper o namoro, e ele... Sim. Ele me violentou no ato. Para me calar e me marcar para sempre. No corpo e na alma", lembrará a Rainha do Café.

"Para eu engravidar e ter que me casar com ele a qualquer custo! E, dessa violência, engravidei de Camilo", continuará Julieta, aos prantos. "Mas isso é um absurdo! Não podiam ter deixado que a senhora fosse obrigada a passar a vida com esse monstro!", reagirá a mocinha, revoltada.

Elisabeta (Nathalia Dill) ficará chocada com o drama do passado (Foto: Maurício Fidalgo/TV Globo)

"Qual a opção de uma moça nessa situação? Naquela época e hoje? Eu era uma jovem idealista, romântica e cheia de ilusões como você, Elisabeta. Nada disso me salvou. E tudo isso perdi naquele dia. Só me restou Camilo, meu doce Camilo. Tão diferente daquele pai nojento, mas resultado dele", explicará a mãe do playboy.

Elisabeta, então, entenderá por que a sogra de Jane (Pâmela Tomé) destruiu a lápide do marido no cemitério. "Eu perdi a oportunidade de matá-lo enquanto era vivo", justificará Julieta. "Eu suportei toda minha dor. Mas jamais aguentaria ver aquele homem fazer Camilo sofrer. Por sorte sua saúde, a vida desregrada que tinha, o levaram para o inferno", desabafará a viúva.

"Consigo compreender agora a razão da senhora ter botado Camilo numa redoma", comentará a mocinha. "Me imbuí inclusive da missão de escolher a mulher perfeita para ele. Sem nunca me importar com o que Camilo pensava. Porque para mim... Camilo foi sempre uma vítima, desde sua concepção. E vítimas devem ser protegidas acima de tudo. Mas o feitiço virou contra o feiticeiro, julguei mal sua irmã, acabei afastando meu filho de mim", concluirá a fazendeira de Orgulho e Paixão.

Antes de ir embora, Julieta pedirá para Elisabeta guardar o seu segredo, e a irmã de Jane ficará estarrecida na cama tentando digerir a história que ouviu.

Leia também

 

 

Últimas de Orgulho e Paixão

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook