Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SURTO DE BONDADE

Nos Tempos do Imperador: Arrependido, Quinzinho vai parar atrás das grades

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Augusto Madeira em cena de Nos Tempos do Imperador: ator está caracterizado como Quinzinho e olha para alguém do fora do quadro

Quinzinho (Augusto Madeira) tomará coragem de assumir seus erros na novela das seis

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 10/1/2022 - 20h30

Quinzinho (Augusto Madeira) vai se redimir com Vitória (Maria Clara Gueiros) por ter vendido ilegalmente os imóveis da irmã adotiva em Nos Tempos do Imperador. A arqueóloga descobrirá o trambique do veterano e prometerá levá-lo à polícia. O dono do cassino Perequetê, no entanto, vai se antecipar e se entregará às autoridades na novela das seis da Globo.

O trambiqueiro verá "o sol nascer quadrado" no capítulo desta sexta (14) na trama de Alessandro Marson e Thereza Falcão, e a confusão acontecerá graças à boca grande de Elvira (Ingrid Guimarães). A portuguesa comentará com o filho que, assim como ele tinha feito com Vitória, forjou a assinatura de um homem para vender suas terras. 

A arqueóloga ouvirá a fofoca atrás da porta e ficará irada com o golpe. Ela tentará bater em Quinzinho, mas acabará nocauteada por Clemência (Dani Barros). Após acordar do desmaio, a personagem não o encontrará mais e decidirá denunciá-lo à polícia. 

"Vim prestar queixa de roubo!", anunciará Vitória, na delegacia. Clemência estará junto para tentar fazê-la desistir da ideia. "Pensa bem no que você vai fazer!", pedirá a mulher. A filha de Anna (Isabelle Drummond) respirará fundo e começará seu depoimento para Borges (Danilo Dal Farra):

"O larápio é o meu meio-irmão adotivo, Joaquim Matamouros Martinho Filho, vulgo Quinzinho! Vou contar tudo desde o começo. Pode anotar!", pedirá. Mas o delegado não fará o menor esforço para atendê-la: "Poupe a sua saliva! Quinzinho já está preso!", anunciará o corrupto. 

Acerto com o passado 

Confusas, as duas personagens irão até a cela do novo presidiário: "Me entreguei. Depois do que aconteceu com mamãe, decidi dar um basta nesta vida errática! Confessei todos meus crimes", começará Quinzinho. 

"Todos, quais? Quantos crimes você cometeu?", questionará Vitória, curiosa. Um a um, o trambiqueiro vai enumerar todas as presepadas ilegais que cometeu na vida. "O pior, para mim, foi ter falsificado sua assinatura, ter vendido seus imóveis e embolsado o dinheiro. Por essas e outras, me entreguei e espero ser condenado por todos os atos hediondos", confessará.

Apesar do gesto nobre, Vitória ficará furiosa com o ato de bondade do irmão: "Você, seu asno, acabou com a minha vingança. Era eu quem tinha o direito de botar você atrás das grades. Até quando faz a coisa certa, você erra!".

Quinzinho, no entanto, terá noção de que passará um bom tempo no xadrez e aproveitará para se despedir das mulheres da sua vida: "Cuidem do cassino, se cuidem. Eu amo vocês... Vocês duas", finalizará, aos prantos.

Nos Tempos do Imperador se passa cerca de 40 anos depois dos acontecimentos de Novo Mundo (2017). Além dos spoilers, o Notícias da TV publica diariamente os resumos da novela das seis.


Saiba tudo que vai acontecer nas novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#87 - Cecília passa dos limites e paga mico em Um Lugar ao Sol" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Nos Tempos do Imperador e outras novelas.


Últimas de Nos Tempos do Imperador


Resumos Semanais

Resumo da novela Nos Tempos do Imperador: Capítulos de 2 a 5/2

Quarta, 2/2 (Capítulo 153)
Tonico foge com Dominique, e Borges o observa de longe. Isabel se desculpa por ter viajado sem avisar a Teresa. Samuel e Pilar encontram Salustiano. Nélio localiza Mercedes. Tonico é perseguido durante sua fuga com Dominique ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.