Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

GABRIEL FUENTES

Mau-caráter em Reis, ator quer ser Rodrigo Hilbert vegetariano: 'Referência'

BLAD MENEGHEL/RECORD

Com expressão séria, Gabriel Fuentes está caracterizado como Alás de Reis, novela bíblica da Record

Intérprete de Alás em Reis, Gabriel Fuentes tem programa de culinária vegetariana na internet

LUANA BENEDITO

luanab@noticiasdatv.com

Publicado em 6/6/2022 - 6h15

Intérprete do mau-caráter Alás na segunda temporada de Reis, Gabriel Fuentes tem outros dotes além da atuação. Desde 2019, o ator ensina receitas vegetarianas descomplicadas em seu Instagram no quadro Na Cozinha com o Fuentes. Ele alimenta a vontade de ter um programa de culinária sem carne na TV e não se incomoda com as comparações com Rodrigo Hilbert. "Referência", elogia.

Em sua primeira novela bíblica e na Record, o galã divide o quadro de receitas por temporada por causa da rotina como ator. "Eu não tenho tanto tempo para gravar tantos programas devido à minha agenda de gravação, mas o tempo que eu tenho livre eu troco com a minha equipe", conta o artista, de 26 anos, em entrevista ao Notícias da TV.

Fuentes diz que tem vontade de levar o projeto para a TV. "Seria bom, uma grande concretização. Eu acredito que mais pessoas teriam esse acesso, e eu não vejo programa vegetariano [na TV]", opina. "A galera brinca comigo: 'Rodrigo Hilbert que se cuide'. Eu acho genial, porque ele é uma grande referência para mim, é um cara que eu admiro muito, principalmente enquanto ser humano", acrescenta o vilão de Reis. 

Reprodução/Instagram

Gabriel Fuentes está com a camisa aberta

Gabriel Fuentes colocou cabelo para Alás

Caracterização fez o ator chorar

Na história, que chega ao final da temporada nesta segunda-feira (6), o ex-Globo se despede do filisteu. "Ele é um cara supercorajoso, que afronta, que está pronto para fazer qualquer tipo de coisa, mas é cruel, né? Ele tem essa dualidade. Ele é bom, mas também tem o lado ruim. O lado ruim fala muito mais alto", defende ele, sem aliviar a barra do personagem.

A caracterização de Alás deu trabalho para ele, que tem 11 tatuagens. Para cobrir as de Fuentes e fazer as outras três do personagem, a equipe levava duas horas aproximadamente. A parte mais sofrida para o intérprete, porém, foi o cabelo. "Para dormir nas primeiras semanas foi bem desafiador. Doeu bastante, tanto é que no dia que foi colocado, a gente tinha marcado para fazer o teste e eu não aguentei, chorei de dor", admite. 

A parte ruim passou, e o mineiro se orgulha de exibir as madeixas que lhe renderam elogios --como Tarzan-- e ainda mais cantadas nas redes sociais. "Está sendo muito bom, uma das melhores mudanças é mudar para dar vida ao personagem. Uma frase de Susana Vieira que faz muito sentido pra mim é que ela sempre fala que o personagem começa no cabelo. Eu sempre me questionava: 'Por que no cabelo?' E hoje eu entendo."

Para o futuro, além do programa de culinária, Fuentes sonha em trilhar o caminho de atores brasileiros que estão em Hollywood, como Bruna Marquezine, Wagner Moura, Alice Braga e Rodrigo Santoro. 

"Eu sou um ser humano que acredito muito no poder do pensamento, da palavra, da energia que você emana. Eu falei com a minha mãe, com os meus 15 anos de idade: 'Eu vou pro Rio de Janeiro e vou entrar para a Globo. Com 17, eu vim pro Rio, com 19, eu estava em Malhação.. Eu não me vejo mais no Brasil daqui a cinco anos. A não ser que o universo, as oportunidades surjam com bons personagens", conclui. 


Últimas de Novela Reis


Resumos Semanais

Novela Reis: Resumo dos próximos capítulos da trama da Record - 3/6

Sexta, 3/6 (Capítulo 54)
Samuel fala com Joel que o importante na vida é ser justo e correto quando ninguém vê. Ainoã e Saul discutem. Jônatas acalma homens e mulheres que pedem ajuda da guarnição dos filisteus.   Os capítulos de Reis são fornecidos ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.