Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PERDEU, RAQUEL

Ícone do SBT, A Usurpadora chega ao Globoplay e 'ressuscita' maldades de Paola

REPRODUÇÃO/TELEVISA

A atriz Gabriela Spanic como Paulina disfarçada como Paola abraça Fernando Colunga como Carlos Daniel em A Usurpadora

Paulina (Gabriela Spanic) e Carlos Daniel (Fernando Colunga) em A Usurpadora (1998)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 1/4/2021 - 21h41

O SBT perdeu um de seus principais trunfos para segurar a audiência vespertina com a chegada de A Usurpadora (1998) ao Globoplay. Reprisada à exaustão pela emissora de Silvio Santos, a história de Paola e Paulina (Gabriela Spanic) vai entrar no catálogo do serviço de streaming e rivalizar com as gêmeas Ruth e Raquel (Gloria Pires), de Mulheres de Areia (1993).

A plataforma passa a apostar cada vez mais em folhetins, inclusive os estrangeiros, quebrando a hegemonia de "pratas da casa" que estão sendo remasterizadas e disponibilizadas para maratonas --um projeto que começou com A Favorita (2008) e pretende disponibilizar ao menos outros 50 títulos.

O anúncio foi feito no início da noite desta quinta (1º), nas redes sociais do rival da Netflix. "Paola Bracho mandou avisar que a Usurpadora chegará por aqui. Que comece a temporada de 'cadê a data, Globoplay'", diz a postagem.

A aquisição ainda faz parte da estratégia do streaming em investir no gosto do público brasileiro por narrativas folhetinescas, a exemplo da continuação de Verdades Secretas (2015), que será exclusiva para os assinantes.

A Usurpadora acompanha a vilã Paola, uma mulher sem escrúpulos que encontra uma sósia em uma praia mexicana. Ela não pensa duas vezes antes de subornar a "gêmea" para ocupar o seu lugar na mansão dos Bracho, uma família que fez fortuna com uma fábrica de louças, enquanto curte a vida ao lado dos amantes --incluindo o cunhado Willy (Juan Pablo Gamboa).

Aos poucos, Paulina mostra que tem um caráter bem diferente da "irmã" e conquista não só o coração de Carlos Daniel (Fernando Colunga), mas também a confiança da matriarca Piedade (Libertad Lamarque) e seus bisnetos Lizete (María Solares) e Carlinhos (Sergio Miguel).

Ao todo, o SBT exibiu a história sete vezes, em 1999, 2000, 2005, 2007, 2012, 2015 e 2016. O especial Além da Usurpadora (1998), que mostra os personagens após o "final feliz" em dois episódios independentes, foi visto pelos telespectadores quatro vezes --1999, 2000, 2013 e 2015.

Confira o anúncio de A Usurpadora pelo Globoplay:


Leia também

Web Stories

+
Harmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13Vereda Tropical no Globoplay: Veja por onde andam cinco atores sumidos da novela

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?