Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MULHERES APAIXONADAS

De traição na lua de mel a tara por batina: Novela tem mocinhas fora do padrão

RENATO ROCHA MIRANDA/TV GLOBO

Maria Padilha, Christiane Torloni e Giulia Gam sorrindo olhando para a câmera nos estúdios de novela

Maria Padilha, Christiane Torloni e Giulia Gam são Hilda, Helena e Heloísa em Mulheres Apaixonadas

JESSICA ALEXANDRINO

Publicado em 23/8/2020 - 6h45

Mulheres Apaixonadas (2003) está de volta a partir desta segunda-feira (24) no canal Viva. A novela de Manoel Carlos tem mocinhas problemáticas e politicamente incorretas. Por dificuldades no casamento ou um amor mal resolvido, as principais personagens femininas da trama esquecem os princípios morais e são totalmente fora do padrão. Uma delas trai o marido em plena lua de mel, enquanto outra fica caidinha por um padre.

Se por um lado as mais jovens erram na busca pelo par ideal, as experientes tropeçam nas relações antigas e se entregam a novas aventuras. Apesar de o amor ser o maior combustível dessas mulheres, outras questões, como o vício, fazem com que elas se diferenciam das heroínas presentes em muitas novelas.

Saiba mais sobre as protagonistas de Mulheres Apaixonadas e seus deslizes:

gianne carvalho/TV globo

Helena (Christiane Torloni) fica dividida entre o atual (Tony Ramos) e o ex (José Mayer) 


Traição na lua de mel

Helena (Christiane Torloni) é casada com o músico Téo (Tony Ramos) há 15 anos. A essa altura do campeonato, a rotina já pesa na relação, mas desde o início a diretora escolar não era um exemplo de fidelidade --logo depois do casamento, ela já havia traído o marido com um desconhecido.

Helena e Téo têm uma convivência tranquila, mas sem emoção, e o relacionamento morno faz com que ela tenha muitas dúvidas sobre sua vida conjugal. Esses pensamentos ganham força quando um antigo namorado, César (José Mayer), reaparece, e ela decide dar uma nova chance ao amor do passado.

JOÃO MIGUEL JÚNIOR/tv globo

O excesso de ciúme destrói o casamento de Heloísa (Giulia Gam) e Sérgio (Marcello Antony) 


Facada por ciúme

Heloísa (Giulia Gam) é irmã de Helena e sente um ciúme doentio de Sérgio (Marcello Antony). Desconfiada, ela segue o arquiteto, cheira suas roupas e chega a picotá-las em um de seus surtos. Sem cogitar dividir o amado nem com uma criança, a ciumenta fez laqueadura para não ter filhos.

Depois de até dar uma facada no marido durante uma briga, Heloísa procura tratamento no Mada (Mulheres que Amam Demais Anônimas) para aprender a lidar com seus sentimentos exagerados.

GIANNE CARVALHO/tv globo

Silvia (Natália do Vale) se transforma quando está com o taxista Caetano (Paulo Coronato)


Pulada de cerca

Silvia (Natália do Vale) é uma mulher de classe média alta que vive entediada em um casamento falido com Afrânio (Paulo Figueiredo). A madame se envolve com o namorado de sua empregada, o taxista Caetano (Paulo Coronato), e os dois passam a se aventurar em motéis e casas de forró.

Com Caetano, a dondoca aproveita para realizar fantasias sexuais que antes eram reprimidas. Sempre com um figurino diferente, Silvia faz jogos de sedução com o amante, que até se assusta com a postura dela, mas se aproveita da situação. 

GIANNE CARVALHO/tv globo

Estela (Lavínia Vlasak) conseguiu fazer com que Pedro (Nicola Siri) dissesse adeus ao celibato


Tara por batina

Estela (Lavínia Vlasak) é uma jovem fútil e divertida que se apaixonou pelo padre Pedro (Nicola Siri) na adolescência, durante sua primeira comunhão. Anos depois, os dois se reencontram em uma festa de casamento, e a promotora de eventos percebe que seu sentimento pelo religioso não morreu.

Estela decide que vai batalhar até que o amado abandone o celibato e usa todo o seu charme para conquistá-lo. O padre tenta resistir como pode, mas cai na tentação, se rende aos encantos da moça e dá adeus à batina.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Diferentemente das outras mulheres da novela, Santana (Vera Holtz) é apaixonada pelo álcool


Amor pela bebida

Santana (Vera Holtz) é uma professora que enfrenta dificuldades para se livrar do alcoolismo. Sem conseguir controlar a dependência, ela bebe até perfume para saciar a vontade e chega a dar aula embriagada, o que causa seu afastamento do trabalho. Os amigos a incentivam a procurar ajuda e, depois de causar muitos transtornos, ela decide se internar em uma clínica de reabilitação.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.32%