Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MORTES IMPACTANTES

De bala perdida a barco afundado: Elenco de Fera Radical ficou marcado por tragédias

Divulgação/TV Globo

A atriz Yara Amaral com expressão preocupada em cena como Joana em Fera Radical (1988)

A atriz Yara Amaral em cena de Fera Radical (1988); ela morreu no naufrágio do barco Bateau Mouche

REDAÇÃO

Publicado em 16/8/2020 - 6h55

Quem acompanhar a novela Fera Radical (1988), que entra para o catálogo do Globoplay na segunda-feira (17), poderá rever vários atores que já não estão mais entre nós --um terço do elenco do folhetim já morreu. Alguns destes profissionais tiveram mortes muito trágicas e impactantes pouco tempo depois do final da trama.

A atriz Yara Amaral (1936-1988) interpretou a personagem Joana Flores, principal antagonista da mocinha Cláudia (Malu Mader). A novela terminou em novembro de 1988, e a atriz morreu pouco mais de um mês depois, bem no Réveillon.

Yara estava no barco Bateau Mouche IV, superlotado de turistas que foram assistir à tradicional queima de fogos de Copacabana, no Rio de Janeiro. O barco afundou na Baía de Guanabara com 142 pessoas, e Yara foi uma das 55 vítimas fatais da tragédia. Ela tinha 52 anos.

O ator Thales Pan Chacon (1956-1997) também teve papel de destaque em Fera Radical. Ele viveu Heitor, filho de Joana, que disputava o amor da mocinha com seu irmão, Fernando (José Mayer).

Na época da novela, Chacon já convivia com o vírus da Aids, que atinge fortemente a imunidade do organismo humano. O ator morreu aos 40 anos, em São Paulo, vítima de uma parada respiratória em decorrência da doença.

divulgação/tv Globo

Paulo Goulart, Older Cazarré, Thales Pan Chacon e Elias Gleizer em cena de Fera Radical

A atriz Claudia Magno (1958-1994), que interpretava Vick em Fera Radical, também era soropositiva e morreu de insuficiência respiratória aguda como complicação do HIV, em 1994. Ela tinha 36 anos e estava no ar na novela Sonho Meu (1993).

Outros dois atores de Fera Radical deixaram fãs em choque ao morrerem muito jovens. George Otto (1955-1991), que interpretava o playboy Rafael, morreu também aos 36 anos. Ele sofreu um infarto fulminante. Já Luís Maçãs (1963-1996), o desajeitado Dudu da novela, se foi ainda mais novo: com 33 anos, ele sofria de depressão e tirou a própria vida.

A violência no Rio de Janeiro também provocou a morte de um ator de Fera Radical. Em 1992, Older Cazarré (1935-1992) estava dormindo em seu apartamento, em Copacabana, quando foi atingido no peito por uma bala perdida. Ele morreu a caminho do hospital, aos 57 anos. Na novela, Cazarré viveu o personagem Robério.

Fera Radical exibirá novamente as atuações de atores consagrados da Globo que morreram já em idade mais avançada, como Elias Gleizer (1934-2015), vítima de uma broncopneumonia, e Paulo Goulart (1933-2014), que não resistiu a um câncer no mediastino. Chica Xavier (1932-2020), que morreu de câncer de pulmão no último dia 8, aos 88 anos, também atuou na novela, no papel de Júlia.

Leia também

Web Stories

+
Fim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega PegaDe Luísa Sonza a Ana Hickmann: Veja as mansões de dez famosos brasileirosLonge dos holofotes: Veja por onde andam cinco atores de Hilda FuracãoAtaque de fã-clube e troca de professor: Cinco tretas marcantes na Dança dos Famosos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?