JOÃO PEDRO OLIVEIRA

Ator lamenta fim abrupto de Malhação: 'Não deu tempo de se despedir de ninguém'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator João Pedro Oliveira caracterizado como Serginho em cena de Malhação: Toda Forma de Amar

O ator João Pedro Oliveira como o Serginho em cena de Malhação: Toda Forma de Amar

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro - Publicado em 31/03/2020, às 06h02

João Pedro Oliveira confessa que a ficha ainda não caiu diante do fim abrupto das gravações de Malhação: Toda Forma de Amar. Intérprete do Serginho, o ator revela que sequer teve a oportunidade de abraçar os colegas de elenco por conta das medidas de segurança impostas pela Globo diante da pandemia de coronavírus (Covid-19) no país. "Não deu tempo de se despedir de ninguém", lamenta o jovem de 19 anos em entrevista ao Notícias da TV.

Ele rodou normalmente as suas sequências no dia anterior à notícia de que a emissora havia suspendido a produção de todas as suas novelas durante a crise de saúde pública. Ficou de queixo caído ao saber que a trama foi encurtada e que o autor Emanuel Jacobina precisou escrever um epílogo às pressas, apenas com os protagonistas Alanis Guillen (Rita) e Pedro Novaes (Filipe).

"Mesmo com a consciência de que era o melhor a ser feito, fica aquele sentimento de saudade. Ainda vai levar um tempo para conseguir realizar na minha mente que acabou. Não se despedir fisicamente [das pessoas] e também do personagem tornou um pouco complexa, na minha cabeça, a ideia de que o trabalho foi concluído", explica o rapaz.

Apesar dos percalços, o artista afirma que se sente satisfeito com os rumos do romance entre seu personagem e Guga (Pedro Alves).

"Não deu [para contar] por inteiro, mas tenho consciência de que foi suficiente para que os telespectadores percebessem a importância de se ter em rede nacional essa história narrada de uma forma tão leve e delicada", pondera o carioca. 

ISABELLA PINHEIRO/GSHOW

Guga (Pedro Alves) e Serginho (João Pedro Oliveira) em Malhação: Toda Forma de Amar


Grande chance

A quatro capítulos do final, João Pedro avalia que a maior parte do público torceu a favor do principal casal homoafetivo da trama. "Só me recordo de receber comentários ofensivos quando a novela exibiu um beijo entre os dois. Os haters são, na maioria das vezes, perfis fakes que estão na web só para destilar ódio e nos distrair do nosso propósito com o uso das redes sociais."

O ator não chegou a denunciar nenhum perfil às autoridades por acreditar que o debate é a melhor maneira de desconstruir o preconceito. "A gente só consegue construir uma sociedade mais respeitosa e empática por meio do diálogo, sobretudo se a pessoa intolerante estiver disposta a ouvir", opina.

Ele vê exceções a partir do momento em que os comentários mais malcriados se tornam ameaças. "Quando é o caso de uma agressão ou qualquer tipo de discriminação que coloque nossas vidas em risco, o mais certo a se fazer é denunciar o crime na delegacia mais próxima", alerta o artista.

Em seu primeiro papel fixo em novelas, o intérprete ainda espera que outros talentos das comunidades também conquistem o seu espaço na televisão. "A arte favelada é uma das coisas que mais me inspiram hoje em dia, com tantos talentos que estão espalhados pelas periferias de todo o Brasil", conclui o jovem, que é nascido e criado no Morro dos Macacos, no Rio de Janeiro.


Saiba tudo que vai rolar nos próximos capítulos das novelas no podcast Noveleiros

Listen to "#8: O que podemos esperar das novelas reprisadas?" on Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas das novelas no ar!

Últimas de Malhação

Resumos semanais

Resumo da novela Malhação: Capítulos de 6 a 17 de julho

Segunda, 6/6 (Capítulo 65)
Keyla pede para conversar com Roney. O conselheiro indaga Lica e se surpreende com suas revelações. Dóris se preocupa com a reação de Benê ao receber uma advertência. Clara dispensa Felipe. Samantha e Guto pensam ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook