Vale a Pena Ver de Novo?

Após críticas, canal adia reprise de Pecado Capital e faz votação

Divulgação/TV Globo

Carolina Ferraz e Du Moscovis em cena de Pecado Mortal, de 1998, que o público rejeitou no Viva - Divulgação/TV Globo

Carolina Ferraz e Du Moscovis em cena de Pecado Mortal, de 1998, que o público rejeitou no Viva

DANIEL CASTRO - Publicado em 05/09/2014, às 11h30

O canal Viva desistiu de exibir o remake da novela Pecado Capital, de 1998, no lugar de História de Amor (1995), a partir de 10 de novembro. O canal de reprises da Globo chegou a anunciar a trama reescrita por Glória Perez em seu site, em 30 de junho, mas tirou o texto do ar.

O canal desistiu da reprise após receber centenas de reclamações de telespectadores. O público noveleiro protestou contra a escolha do Viva e manifestou preferência pela versão original de Pecado Capital, de 1975, escrita por Janete Clair e com Francisco Cuoco e Betty Faria de protagonistas. Oficialmente, o Viva diz apenas que adiou a novela por "questões estratégicas".

É a segunda vez que o Viva anuncia a reprise do remake de Pecado Capital. No ano passado, também por causa de protestos, a produção foi substituída por Anjo Mau (1997).

No lugar de História de Amor, apresentada de segunda a sábado às 15h30, o Viva exibirá Tropicaliente, Lua Cheia de Amor ou Despedida de Solteiro. O público escolherá uma das três em votação online a partir da próxima segunda-feira.

Escrita por Ricardo Linhares, Ana Maria Morethzsohn e Maria Carmem Barbosa, Lua Cheia de Amor foi uma novela das sete apresentada pela Globo de dezembro de 1990 a julho de 1991. Foi uma reedição da história de Dona Xepa (1977), ou seja, a história de uma mulher muito simples (Marília Pêra) que cria os filhos com dificuldade, mas honestamente.

Carolina Dieckmann em Tropicaliente, novela de 1994 que pode voltar ao cartaz no canal Viva

Já Tropicaliente foi um grande sucesso de 1994, que ajudou a impulsionar o turismo no Ceará. De Walther Negrão, era parcialmente ambientada em um aldeia de pescadores. Herson Capri, Carolina Dieckmann, Carla Marins, Silvia Pfeifer e Francisco Cuoco encabeçavam o elenco.

Também de Walther Negrão, Despedida de Solteiro foi ao ar em 1992, na faixa das 18h. A história começa em uma farra que termina com a morte de uma prostituta. O noivo, João Marcos (Felipe Camargo), é preso durante a cerimônia de casamento, junto com outros três amigos. Sete anos depois, eles retomam à cidade onde tudo aconteceu.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook