TROCA NO COMANDO

Estanislau Bassols assume a presidência da Sky no lugar de Bap

Divulgação/Sky e Reprodução/YouTube

Estanislau Bassols (à esq.) é o novo presidente da Sky, no lugar de Luiz Eduardo Baptista, o Bap - Divulgação/Sky e Reprodução/YouTube

Estanislau Bassols (à esq.) é o novo presidente da Sky, no lugar de Luiz Eduardo Baptista, o Bap

REDAÇÃO - Publicado em 21/11/2018, às 17h29

A operadora de TV paga via satélite Sky anunciou nesta quarta-feira (21) que Estanislau Mendes Llobatera Bassols assumirá a presidência da empresa, cargo atualmente ocupado por Luiz Eduardo Baptista, o Bap. Bassols, que tem no currículo passagens pela Telefônica e pela Vale Benefícios, tomará o posto no início de 2019.

Bassols possui uma notável carreira nos setores de telecomunicações e serviços, com posições de liderança em marketing, vendas, atendimento ao cliente, desenvolvimento de produtos e estratégia.

Em comunicado divulgado à imprensa, a CEO da Vrio Corp (empresa mãe da Sky), Melissa Arnoldi, valorizou a chegada do novo executivo. "O negócio da Sky no Brasil está passando por um grande momento e Bassols está excepcionalmente qualificado para construir sobre essa plataforma. Sob sua liderança, estamos prontos para conquistar um novo nível nesta era de transformação digital", disse.

De fato, a empresa de TV paga atravessa um momento único (mas não necessariamente positivo) no Brasil: a sua situação após a fusão da AT&T com a Time Warner é uma incógnita. 

Segundo o jornalista Samuel Possebon, do Teletime, o processo de fusão ainda está sendo analisada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e pela Ancine (Agência Nacional do Cinema). Há a possibilidade de que ela não seja aprovada, por conta das restrições da Lei de Serviço de Acesso Condicionado. A depender do parecer das autoridades, a AT&T poderá ser obrigada a se desfazer da Sky no Brasil.

De saída
Conhecido por declarações controversas e por ter isolado a Sky das outras operadoras de TV por assinatura, Bap anunciou sua saída em 28 de setembro, depois de passar 15 anos na empresa.

Na ocasião, ele disse que "tinha planos para o futuro", mas que tinha os adiado por conta da IPO (oferta pública de ações) da Vrio, algo que acabou não ocorrendo. "Agora, o futuro chegou", anunciou em comunicado aos funcionários.

De acordo com Bap, a saída ocorre em um momento em que os resultados da empresa estão ótimos e sua demissão não ofereceria riscos ao negócio. Segundo dados da Anatel referentes a setembro, a Sky tem 5,21 milhões de assinantes, o que representa 29% do mercado de TV paga no Brasil.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook