Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

GGP

Produtora de Gugu renova contratos para fazer programas da Globo e Record

REPRODUÇÃO/RECORD

Gugu Liberato sorrindo, segurando microfone no palco do Canta Comigo

Gugu na semifinal do Canta Comigo, em 2019; produtora do apresentador é usada para programas da Globo e Record

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 22/9/2020 - 7h10

Fundada pelo apresentador Gugu Liberato (1959-2019) no ano 2000, a GGP Produções foi bastante requisitada em 2020 e está com uma fila de produções da Globo e da Record para serem gravadas no ano que vem. A empresa renovou importantes contratos, que mantiveram seus estúdios inteiramente ocupados.

O grande fluxo se deve a uma parceria firmada com a Floresta Produções, de Elisabetta Zenatti, responsável por diversos programas veiculados tanto na TV aberta quanto na TV paga e que tem usado as instalações da GGP em Barueri, na Grande São Paulo, com exclusividade.

Entre julho e agosto, o local foi ocupado pelo reality show Top Chef, da Record. Atualmente, é gravado no espaço a nova temporada do Shark Tank, do canal Sony Channel. Em outubro, será a vez de a série Bugados, do canal Gloob, rodar sua terceira temporada.

A GGP Produções conta com dois estúdios e ficou paralisada neste ano entre março e a primeira quinzena de julho, por conta da pandemia do novo coronavírus. O espaço reativou suas operações com o reality de gastronomia da Record, que, embora ainda esteja no ar, já foi inteiramente gravado.

A parceria com a Floresta foi estabelecida em 2019, e os primeiros projetos executados nas instalações da empresa criada por Gugu Liberato foram a sitcom O Dono do Lar, do Multishow, e o reality Made in Japão, apresentado por Sabrina Sato na Record.

O acordo acaba de ser renovada para 2021, e outras produções do catálogo da Floresta também serão realizadas nas dependências da GGP.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?