BALANÇO

Operadoras de TV paga perdem 536 mil assinaturas em um ano

Divulgação

Estudo da Anatel mostra queda consecutiva no número de assinantes: crise e novas tecnologias  - Divulgação

Estudo da Anatel mostra queda consecutiva no número de assinantes: crise e novas tecnologias

REDAÇÃO - Publicado em 02/10/2018, às 11h54

A crise econômica e o acesso a novas tecnologias continuam a causar estragos no mercado de TV paga. Entre os meses de agosto de 2017 e agosto de 2018, as operadoras perderam 536 mil assinantes. A variação negativa foi de 2,93%. O país entrou em setembro com 17,79 milhões de clientes de TV por assinatura, de acordo com dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

As quatro maiores operadoras continuam ocupando as mesmas posições da pesquisa realizada pela Anatel no ano anterior. São elas: a Claro/Net, com 8,89 milhões (ou 50% do mercado), a Sky, com 5,21 milhões (29,0%), a Vivo, com 1,61 milhão (9,1%), e a Oi, com 1,57 milhão (8,8%).

Essas quatro maiores companhias de TV paga respondiam por 17,29 milhões de contratos ativos, ou 97,2% do total em agosto. As pequenas operadoras de TV por assinatura totalizaram 503 mil assinantes, ou apenas 2,8%.

O mercado de TV paga vem registrando quedas consecutivas no número de seus assinantes desde 2014 no Brasil. O último número divulgado pela Anatel, em março deste ano, apontava uma redução de 761 mil contratos nos 12 meses anteriores.

O acesso a novas tecnologias, como o streaming, além do aumento do desemprego e do aprofundamento da crise econômica no país são apontados por especialistas como as duas grandes razões para essa diminuição.

No período analisado pelo relatório, somente a operadora Oi apontou crescimento, anexando mais 126 mil contratos (8,7%) à sua base de assinantes. A maior queda de assinaturas foi apresentada pela Claro/Net, com 402 mil pagantes a menos, o que representa uma retração de 4,3%. A Vivo perdeu 1,6% de seu mercado, ou menos 25 mil contratos, e a Sky, menos 146 mil (2,7%).

Os dados foram fornecidos pelas operadoras à Anatel, que compilou os números e os apresentou ao mercado. O levantamento chegou a ser interrompido no ano passado após uma reportagem do Notícias da TV revelar que a agência vinha divulgando dados fictícios sobre o serviço

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?
Sim, é um programa clássico, só precisa de pautas melhores.
24.20%
Talvez, se trocarem os apresentadores por nomes consagrados.
12.08%
Não, não tem mais relevância alguma.
49.81%
Só se contratarem Fabiola Reipert e chamarem de A Nova Hora da Venenosa.
13.91%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook