Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

POR GEORGE FLOYD

Netflix doa R$ 565 milhões para população negra, mas transforma boa ação em reality

Reprodução/BBC

Mural de Mineápolis, nos EUA, feito em homenagem a George Floyd

Mural feito em homenagem a George Floyd; morte de cidadão negro motivou ação da Netflix

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 1/12/2021 - 16h05

A Netflix cumpriu uma promessa feita em junho de 2020 e vai doar US$ 100 milhões (R$ 565 milhões), cerca de 2% de sua receita em caixa, para bancos e instituições financeiras voltados para a população negra. Apesar da boa ação, a gigante do streaming vai usar a história para criar o seu próximo reality show. 

A iniciativa prevê que instituições melhor capitalizadas resultarão em mais empréstimos para casas, pequenas empresas e oportunidades para a comunidades negra. O programa foi introduzido em uma onda de compromissos de justiça social de empresas após o assassinato de George Floyd (1973-2020) e o movimento Black Lives Matter no ano passado.

De acordo com a plataforma de streaming, o investimento de 2% pode variar ano após ano conforme a receita da Netflix subir ou descer. Isso significa que o valor total será alterado com o tempo.

"Aumentaremos nosso compromisso no final do ano e movimentaremos mais dinheiro --além dos US$ 100 milhões já comprometidos --para essas instituições", disse Aaron Mitchell, diretor de Recursos Humanos do Netflix Animation Studios, e Shannon Alwyn, tesoureira da Netflix, em um comunicado.

A boa ação vai virar uma série, Banking On Us, que mostrará algumas das instituições beneficiadas pela plataforma. A atração vai contar a história das famílias ajudadas durante a pandemia de Covid-19 pelo Hope Credit Union, instituição financeira de desenvolvimento comunitário que atende comunidades carentes em várias regiões dos Estados Unidos.

Intitulado Investing in the Black Community (Investindo na Comunidade Negra, em tradução livre), o episódio será disponibilizado nesta quarta (1º) no canal norte-americano da Netflix no YouTube. O segundo e o terceiro capítulos têm estreias programadas respectivamente para 8 e 15 de dezembro.

"Para ajudar a acabar com as diferenças sociais e financeiras, precisamos que mais empresas se juntem a este movimento. Juntos, podemos contribuir para a cura e o progresso das comunidades negras", concluiu Mitchell.


Leia também

Enquete

Você acha que a edição 2022 de No Limite vai superar a do ano passado?

Web Stories

+
Pão Pão, Beijo Beijo chega no Viva 39 anos depois: Quais atores já morreram?Resumo de Pantanal: Madeleine sofre tragédia, e Bruaca se choca com podridão do maridoGkay já fez harmonização facial? Veja antes e depois da influenciadoraNovela Pantanal: Descubra quem é Guito, o ator que interpreta Tibério na tramaEnquete: Barraqueiro x Sem graça - Vote no casal que vai gerar caos no Power Couple

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas