INVESTIMENTO ALTO

Salário de astros e carrões: Como Hobbs & Shaw gastou US$ 200 milhões

DIVULGAÇÃO/UNIVERSAL PICTURES

Hobbs (Dwayne Johnson) e Shaw (Jason Statham) no primeiro spin-off da franquia Velozes & Furiosos - DIVULGAÇÃO/UNIVERSAL PICTURES

Hobbs (Dwayne Johnson) e Shaw (Jason Statham) no primeiro spin-off da franquia Velozes & Furiosos

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 05/08/2019, às 04h38

A Universal Pictures fez um investimento alto para tirar Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw do papel e levar para o cinema. O primeiro spin-off da franquia teve um orçamento de US$ 200 milhões (R$ 776 mi). Boa parte dos gastos ficou concentrada no salário dos protagonistas, Dwayne "The Rock" Johnson e Jason Statham, e do vilão interpretado por Idris Elba. Mas os veículos usados em cena também custaram caro.

Ator mais bem pago de Hollywood, The Rock faturou US$ 20 milhões (R$ 77,6 mi) para interpretar o policial Luke Hobbs no novo filme. Além de ser uma figura popular na TV e no cinema, o ex-lutador de telecatch tem uma das maiores plataformas de divulgação nas redes sociais: o seu Instagram. O perfil de Dwayne Johnson é seguido por mais de 150 milhões de pessoas.

O poder de influência digital é levado em conta quando ele negocia um contrato para estrelar uma produção. A revista Variety afirmou que ele ganha US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões) de "bônus" para fazer ampla divulgação de seus filmes nas redes sociais.

O salário de Jason Statham tem uma distância considerável para o do colega. O intérprete de Deckard Shaw recebeu "só" US$ 13 milhões (R$ 50,5 mi). Mas os dois protagonistas também são produtores do spin-off. Ou seja, eles faturam mais uma porcentagem caso o filme tenha um bom desempenho nas bilheterias.

Estreante na franquia, Idris Elba também ganhou uma boa grana para ser o vilão Brixton Lore no longa: US$ 8 milhões (R$ 31 mi). Mas tanto investimento não parece ser um problema para a produção: apenas no fim de semana, o filme arrecadou cerca de US$ 180 milhões (R$ 700 milhões) --ou seja, deve se pagar antes mesmo de completar dez dias em exibição nos cinemas do mundo todo.

 

Uma McLaren 720S é usada por Jason Statham no filme; o carro é avaliado em R$ 3 milhões


Carros, motos e caminhões: os veículos de Hobbs & Shaw

Hobbs & Shaw segue a tradição de Velozes & Furiosos e é ambientado em diferentes locações, o que aumenta bastante o orçamento. As principais cenas de ação acontecem nas ruas de Londres, na Inglaterra; nas ruínas de Chernobyl, na Ucrânia; e nas Ilhas Samoa, na Oceania.

Em uma das cenas de perseguição na capital inglesa, Shaw dirige uma McLaren 720S, de 2018. Segundo a revista Autoesporte, o veículo é avaliado em R$ 3 milhões. Para os fãs de velocidade, o automóvel tem um motor 4.0 V8, 720 cavalos de potência e 78,5 kgfm de torque. O carro chega a 341 km/h, e o 0 a 100 km/h é feito em 2,9 segundos.

Já o vilão Brixton prefere motos. Ele pilota uma turbinada Triumph Speed Triple Motorcycle (2019). A versão normal, sem os "superpoderes" mostrados no longa de ação, é vendida por R$ 60.990 no Brasil.

Veículos não convencionais também são usados, como um Man 464 Military Cargo Truck (caminhão militar de seis toneladas) e um o Dodge M37 Pickup Truck.

A garagem da família Hobbs, que é apresentada na parte final do filme, nas Ilhas Samoa, foi montada pelo diretor David Leitch e por Dennis McCarthy, coordenador de carros da franquia Velozes & Furiosos.

No espaço, são mostrados veículos clássicos, como uma versão australiana de um Ford Falcon XB, de 1976; um Camaro, de 1968; e um Chevy Volvo 122S, de 1963. Motocicletas, como a Confederate X123, de 2012, e uma Harley-Davidson Choppers e uma Harley-Davidson, de 2017, também aparecem.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook