Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA EM 2021

Netflix oferece valor bilionário para exibir crossover entre King Kong e Godzilla

Divulgação/Legendary

Primeira arte divulgada de Godzilla vs. Kong

Primeira arte divulgada de Godzilla vs. Kong; filme pode pular os cinemas e estrear direto no streaming

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 26/11/2020 - 16h08

Adiado por conta da pandemia de Covid-19, Godzilla vs. Kong pode pular os cinemas e ir direto para o streaming. A Legendary, produtora responsável pela franquia dos monstros, estuda a possibilidade de fazer a estreia do filme em alguma plataforma de vídeo sob demanda. Ciente disso, a Netflix ofereceu US$ 200 milhões (cerca de R$ 1 bilhão) pelos direitos do longa.

A empresa cocriada por Reed Hastings, não entanto, não terá vida fácil na batalha pelo filme. De acordo com o Deadline, a WarnerMedia, conglomerado dos estúdios Warner Bros., está atravessando a negociação com o intuito de levar a produção para a sua plataforma, o HBO Max.

A ida para o HBO Max seria mais fácil, já que a Warner possui 25% dos direitos da franquia, enquanto a Legendary é dona dos outros 75%. A publicação ainda sugere que o estúdio poderia optar por uma estratégia semelhante à usada por Mulher-Maravilha 1986, que fará sua estreia no streaming e nas salas de cinema no mesmo dia.

Segundo o Hollywood Reporter, a proposta da Netflix foi feita diretamente para a Legendary. Como o streaming não tem acesso permitido na China, a estreia do filme no país, que representa uma parte importante da bilheteria final de qualquer blockbuster, ficaria restrita às salas de cinema. Isso significaria mais dinheiro entrando nos cofres da produtora.

Um executivo da Warner, no entando, negou a possibilidade de soltar o filme direto no streaming. "Nós planejamos lançar Godzilla vs. Kong no próximo ano conforme anunciamos", disse ao Hollywood Reporter. A data preferida seria 21 de maio de 2021.

Com três filmes já lançados, a franquia de Godzilla e King Kong arrecadou cerca de US$ 1,4 bilhão (R$ 7,4 bilhões) de bilheteria em todo o mundo, com 26% desse valor proveniente da China.


Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no Pedaço

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?