LIBERDADE E TOLERÂNCIA

Minha Mãe É uma Peça 3 mostra que provas de amor vão além de um beijo gay

REPRODUÇÃO/GLOBO FILMES

Imagem da personagem dona Hermínia em Minha Mãe É uma Peça 3

Paulo Gustavo, como dona Hermínia, fazendo compras na feira no filme Minha Mãe É uma Peça 3

HENRIQUE HADDEFINIR - Publicado em 09/01/2020, às 04h57

Lá pelo meio do ano passado, quando as filmagens de Minha Mãe É uma Peça 3 estavam sendo finalizadas, o ator Rodrigo Pandolfo, que vive o filho gay de dona Hermínia, declarou que uma cena de beijo no casamento de Juliano não foi filmada por decisão de Paulo Gustavo. Isso gerou uma série de críticas, e o ator e roteirista entrou na lista de "cancelamentos" do ano.

A internet é uma selva de egos e ecos, e boa parte da rede está sempre afoita para minimizar esforços, criticar ídolos e apontar erros. Mas as linhas da decepção costumam ter mais entusiastas que as do sucesso. Hashtags que criticam são mais populares do que as homenagens, porque no meio dessa selva todos querem se sentir parte de um discurso que ofereça prestígio e status.

Paulo Gustavo foi "cancelado" porque, supostamente, mesmo sendo gay, ele evitava falar sobre o assunto para que não perdesse contratos e público. Homossexuais espalhados por todo o Brasil esperavam que ele levantasse bandeira, pois ter pessoas de tanta influência assumindo suas orientações ajuda a compor um impacto sociocultural diante do preconceito.

De fato, o ator e comediante sempre evitou o assunto e tentou desvencilhar seu trabalho do aspecto político, algo inevitável no humor. Do contrário, não criaria tipos críticos e audaciosos como a Senhora dos Absurdos e a Bicha Bichérrima.

Contudo, isso foi mudando com o tempo, e seu relacionamento e casamento foram amplamente divulgados na mídia. Ainda assim, Paulo Gustavo evitava declarações diretas, preferindo a voz dos próprios personagens.

Pandolfo tocou no ponto de delicadeza ao declarar que o próprio Paulo Gustavo havia vetado o beijo no filme. Somou-se a isso o fato de que, segundo presentes no casamento do humorista, ele e seu noivo Thales não trocaram um beijo no altar. O intérprete de dona Hermínia virou uma espécie de "traidor" da própria comunidade.

Pode-se dizer que houve uma antecipação de impressões, assim como é possível afirmar que um beijo gay, por mais simples que seja, é importante para o processo de naturalização. Mas dizer que o beijo gay é a única forma de naturalização e sensibilização é precipitado. Em torno dessa expectativa, fica a negligência ao que é efetivamente proposto.

Minha Mãe É uma Peça sempre foi um produto que falava de família. Anos atrás, lá no início dos anos 2000, participei de um Festival de Esquetes na cidade de Cabo Frio, em que Paulo Gustavo e Fábio Porchat se apresentaram antes da fama. Na época, o ator já aparecia como a dona Hermínia, com uma longa peruca preta, falando ao marido sobre a suspeita do filho ser gay.

A personagem acompanhou a evolução de seu intérprete. Lá em Cabo Frio, Hermínia ainda era casada; a homossexualidade do filho, um tabu. Ao mesmo tempo em que a vida de Paulo Gustavo ia mudando, a personagem acompanhava as mudanças, até o ponto em que lidar com Juliano sendo gay se tornou imprescindível.

Quando chegamos ao terceiro longa, não só dona Hermínia mudou muito, como o próprio Paulo Gustavo. Com uma vida estável, famoso e rico, o humorista poderia se dar ao luxo de ser franco sem correr riscos, e Minha Mãe É uma Peça 3 veio com essa proposta. Hermínia e Paulo Gustavo chegaram ao ponto em que o amor superou todos os poréns e ambos quiseram, em uníssono, repartir isso conosco. 

Desde quando é errado que ele tenha esperado a estabilidade para se pronunciar? Os homossexuais sabem que as portas demoram anos para se abrir e meio segundo para se fechar. Aqui, notório e seguro, ele ou qualquer outra celebridade pode fazer muito mais. Pode até, quem sabe, fazer um longa sobre tolerância e aceitação.

O filme fala de uma mãe que só quer os filhos felizes, por perto, para reclamar deles embaixo das próprias asas. E assim, o roteiro vai fazendo um trabalho de sensibilização que alcança milhões de pessoas.

Com a sequência da festa do Sítio do Picapau Amarelo, o discurso do casamento, as fotos da união entre Paulo Gustavo e Thales rolando nos créditos diante de milhões de pessoas com religiões e partidos misturados e famílias inteiras nos cinemas, quem sabe rindo, a gente não se entende?

O público cobrou Paulo Gustavo como se ele precisasse pedir desculpas, mas bastava esperar que o filme estreasse para ficar bastante evidente que, no fim das contas, nós é que temos de nos desculpar com o humorista. Minha Mãe É uma Peça 3, afinal, é todo um beijo de amor.


Este texto não reflete necessariamente a opinião do Notícias da TV.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você vai acompanhar Salve-se Quem Puder?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook