Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

INVESTIGAÇÃO

Gal Gadot depõe contra diretor da Warner acusado de abuso em Liga da Justiça

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A atriz Gal Gadot em foto publicada no Instagram

Gal Gadot em foto publicada no Instagram; atriz prestou depoimento contra diretor de filme

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 18/12/2020 - 10h30

Intérprete da super-heroína Mulher-Maravilha no cinema, Gal Gadot prestou depoimento contra o cineasta Joss Whedon, que dirigiu o filme Liga da Justiça (2017). A atriz ajudou a Warner Bros. a investigar as acusações de abuso contra o executivo.

Em entrevisa à revista norte-americana Variety, Gal revelou que participou das investigações e afirmou que, em seu depoimento, endossou as acusações feitas por Ray Fisher, intérprete de Ciborgue no filme da DC.  "Eu sei que eles fizeram uma investigação minuciosa, mesmo pelo pouco tempo que passei com eles", afirmou a artista. 

Joss Whedon foi contratado pela Warner para substituir o diretor Zack Snyder, que se afastou do live-action (com atores reais) de Liga da Justiça após a morte da filha. O substituto deveria finalizar as filmagens, mas o ator Ray Fisher classificou a postura do cineasta como "nojenta, abusiva, amadora e completamente inaceitável". 

Em nota, a Warner declarou em 11 de dezembro que finalizou a investigação contra o executivo, mas não explicitou quais atitudes foram tomadas exatamente. "A investigação sobre Liga da Justiça foi concluída e ações foram tomadas", dizia o comunicado.

Questionada, Gal Gadot admitiu que não entendeu a nota. "Também não sei o que isso significa. Fico curiosa para saber qual será o resultado disso", afirmou a atriz. De qualquer forma, se sabe que Snyder foi recontratado pela Warner para retomar a finalização do filme sobre os heróis.

Em uma outra entrevista, ao jornal Los Angeles Times, Gal também havia reclamado de trabalhar com Whedon. "Eu não estive no set com eles quando filmaram com o Joss Whedon, eu tive a minha própria experiência com ele, que não foi a melhor possível, mas resolvi assim que aconteceu. Levei para os nossos superiores e eles resolveram. Mas fiquei feliz que o Ray tenha contado tudo e dito a verdade dele", defendeu a intérprete da Mulher-Maravilha.

O filme Liga da Justiça virou uma série de quatro episódios que será lançada em 2021.

View this post on Instagram

A post shared by Gal Gadot (@gal_gadot)


Leia também

Web Stories

+
Oportunidade de brilhar: Cinco PCDs que atuaram na TV brasileiraLançamentos da semana têm filme indicado ao Oscar e comédia sangrentaJuliette, craques do futebol e estrelas do pop: Os 10 maiores influenciadores do mundoDe sequestro-relâmpago a surto de ciúme: Veja a história de Kyra e Alan em Salve-se Quem PuderDe buraco de minhoca à salvação do Tesseract: O que você precisa saber antes de ver Loki

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou da escolha da reprise de Pega Pega?