ESTREIA SEGUNDA

Na madrugada, Band faz jornal para telespectador ouvir enquanto trabalha

Kelly Fuzaro/Band

O jornalista João Paulo Vergueiro no estúdio do 1º Jornal, da Band, que estreia em 16/3/2020

O jornalista João Paulo Vergueiro irá apresentar o 1º Jornal a partir das 3h45, 15 minutos antes do Hora 1

REDAÇÃO - Publicado em 15/03/2020, às 05h40

Mais de cinco anos depois da Globo, a Band finalmente acorda para a crescente audiência da TV aberta na madrugada. A emissora estreia às 3h45 desta segunda-feira (16) o 1º Jornal. No ar até as 6h, o telejornal foi desenhado a partir de pesquisas que identificaram o telespectador madrugador, um público que quase dobrou nos últimos cinco anos, formado principalmente por trabalhadores (57%), metade deles (28%) dos setores de serviços pessoais (empregados domésticos, motoristas, cozinheiros, jardineiros, artesãos e ambulantes) e da construção civil.

Esses consumidores que caem da cama para cuidar dos afazeres domésticos, arrumar os filhos para a escola (42% são pais ou mães) e encarar um longo deslocamento até o trabalho, o 1º Jornal irá "seduzir com assuntos rápidos", nas palavras do âncora João Paulo Vergueiro. "A gente não se aprofunda muito, dá a prestação de serviço", diz.

As reportagens gravadas terão, no máximo, um minuto e meio de duração. A cada 30 minutos, haverá uma atualização das principais notícias. Trânsito e previsão do tempo terão um espaço generoso, com a participação de Laura Ferreira, meteorologista de formação.

Diretor nacional de Jornalismo da Band desde setembro, Rodolfo Schneider foi buscar no veículo que o projetou profissionalmente (ele começou na BandNews FM do Rio de Janeiro) a inspiração para sua primeira criação no novo cargo.

O 1º Jornal terá o "dinamismo" do rádio e uma aposta muito grande na regionalização, integrando São Paulo com emissoras de todo o país. Na estreia, estão previstos dez links com dez afiliadas (são 71 no território nacional).

"[Os telespectadores] São pessoas que estão na velocidade para sair para o trabalho, que muitas vezes estão somente ouvindo, não estão vendo a televisão porque estão praparando o café, acordando o filho, arrumando a casa", diz Schneider.

O aparato de links das praças servirá ao também novo Bora Brasil, a ser apresentado por Joel Datena e Laura Ferreira a partir das 8h. Antes, desde as 6h, a dupla terá feito o Bora SP, que passa a entrar uma hora mais cedo --o Café com Jornal, exibido das 6h às 7h, foi extinto.

Com a entrada definitiva no filão dos jornais da madrugada, a Band atinge a marca de 17 horas diárias de programação ao vivo, 75% dela ocupada por jornalismo. "O consumo de notícia dobrou em dez anos", justifica Antonio Zimmerle, diretor nacional de Programação.

Segundo ele, o número de televisores ligados entre 3h e 6h da manhã saltou de 11% em 2015 para 20% atualmente. A TV aberta é o meio mais consumido nesse horário, quando 12% dos domicílios estão com aparelhos ligados.

Daniel Castro
DANIEL CASTRO transformou a coluna de Televisão da Folha de S.Paulo na mais relevante do país durante sua passagem pelo jornal, entre 1991 e 2009. Trabalhou no Notícias Populares (1995-96) e R7 (2009-13). E-mail: dcastro@noticiasdatv.com

Leia também

Comentários

Carregando… Carregando...