Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MEDIDA PROTETIVA

'Resolvo as coisas na Justiça', diz Juju Salimeni sobre processo contra Felipe Franco

LUCAS RAMOS/AGNEWS

Juju Salimeni no lançamento de seu Juju Boot Camp, no E!

Juju Salimeni no lançamento do reality Juju Boot Camp, no E!; apresentadora briga com ex na Justiça

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 22/7/2020 - 16h23

Juju Salimeni desabafou sobre o caso de polícia que virou sua separação de Felipe Franco desde o fim de 2019. A apresentadora lamentou a exposição do processo que move contra o ex-marido e a informação de que obteve uma medida protetiva após o empresário ter invadido sua mansão. "Não quero resolver as questões pessoais da minha vida na internet. Eu resolvo as coisas na Justiça", disse nesta quarta-feira (22).

A apresentadora do Juju Boot Camp, do canal E!, usou a ferramenta Stories do Instagram para falar sobre a briga com o ex-companheiro. "Queria comentar rapidamente uma situação muito chata que aconteceu ontem, e vocês como meus fãs e pessoas que me acompanham se preocuparam e se interessaram", iniciou.

"Tem jornalista tentando contato comigo, com a minha assessoria e com meus advogados por conta de um processo que corre em segredo de Justiça e foi vazado ontem, infelizmente. Quem pediu o segredo de Justiça fui eu. Não quero nenhum tipo de exposição nem para mim, nem para as pessoas envolvidas", continuou.

Juju confirmou que a ação teve início no fim de 2019 após ter se sentido ameaçada por Felipe Franco. "Esse fato aconteceu em novembro do ano passado. A Justiça concedeu a medida protetiva a mim. Eu tenho essa medida desde dezembro do ano passado. Isso não é de agora", esclareceu.

"Certas pessoas que possam estar insinuando alguma coisa de que estou querendo usar isso para aparecer ou prejudicar alguém, a última coisa que quero é a minha exposição e a exposição das pessoas envolvidas. São várias pessoas envolvidas. Estou fazendo tudo corretamente dentro da lei", declarou.

A influenciadora digital avisou que não irá comentar a questão publicamente até o fim da ação. "Não quero falar nada que possa prejudicar o andamento desse processo. Só passei para dizer que está tudo bem e que não aconteceu nada agora. Foi tudo no fim do ano passado, foi quando consegui a medida protetiva", frisou ela.

"Desde então, está nas mãos da Justiça. O desfecho e a solução do caso também estão nas mãos da Justiça, por isso, não quero comentar nada agora. Caso, futuramente, tenha um desfecho que eu ache que seja interessante as pessoas saberem, com certeza, vou ser a primeira pessoa a falar, a divulgar e a dar entrevistas. Por enquanto, a gente esquece tudo isso", finalizou.

Veja publicação de Juju Salimeni no Instagram:

Entenda o caso

Separados desde junho do ano passado, Juju Salimeni registrou um boletim de ocorrência contra Felipe Franco em dezembro, após o mesmo ter invadido sua mansão, em Alphaville (SP).

Ao Notícias da TV, Alexandre Pin, advogado da modelo, confirmou a ocorrência e o registro na delegacia de Santana de Parnaíba. Segundo ele, o ex-marido de sua cliente foi até o endereço dela para tentar uma reconciliação.

"Houve a investigação, e o Felipe foi chamado para depor. Ele disse que a Juliana o chamou para ir até a casa dela, o que não aconteceu. O Ministério Público ofertou denúncia contra esse fato. Segue agora em segredo de Justiça. [O caso] Veio à tona agora, porque ofertaram denúncia", explicou Pin.

A assessoria de imprensa de Franco informou que o modelo possuía a chave do imóvel, sem a necessidade de invasão. O advogado Sandro Nunes, que representa o influenciador digital, emitiu um comunicado sobre a exposição do caso.

"O Felipe lamenta muito que, após um ano da sua separação com a Juliana, assuntos como este ainda são expostos na mídia, mesmo mantidos em segredo de Justiça. Porém, o Felipe acredita que em breve caberá à Justiça decidir de que lado está a verdade", resumiu o defensor.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?