Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CONFUSÃO

Perlla é acusada de vender nudes pelo ex-marido e rebate: 'Não sou prostituta'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Perlla em campanha publicitária para seu Instagram em 4 de agosto de 2020

Perlla em campanha publicitária para seu Instagram; funkeira acusada de vender nudes pelo ex-marido

REDAÇÃO

Publicado em 3/9/2020 - 23h22

Perlla foi acusada pelo ex-marido Cássio Castilhol de vender nudes em um aplicativo de transmissões ao vivo. "Não sou prostituta", disse a cantora ao rebater a fala do empresário. Nesta quinta-feira (3), a ex-participante de A Fazenda 10 também afirmou que o rapaz possui disfunção erétil.

"Sou uma mulher independente, trabalho pra caramba, faço muito publipost. Todas as marcas que eu posto é porque eu recebo um cachê. Não trabalho só com Bigo Live, também trabalho como influenciadora. Não sou prostituta. Trabalho como influenciadora nesse aplicativo e aqui", comentou ela em uma live no Instagram.

Em outro momento da transmissão, a funkeira falou sobre a suposta impotência do ex: "O Cássio também toma algumas substâncias, então ele começou a ter problemas na parte sexual. Às vezes, a gente ficava até uma semana sem fazer nada porque, infelizmente, as partes deles não subiam. Até que um grande amigo nosso trouxe um remédio para poder ajudá-lo e foi quando a gente começou a uma vez na semana, um milagre de quatro dias, começar a ter relações".

Em uma entrevista para o youtuber Bruno de Simone, publicada hoje, Cássio comentou que a crise no casamento começou após ele encontrar conversas da cantora com outros homens, nos quais ela venderia nudes. "Achei que era coisa da minha cabeça. A desconfiança foi ficando muito forte. Ela deu bobeira com o Ipad e eu descobri as fotos íntimas", desabafou ele.

"O print termina assim: 'Tá ok, meu bem. Não faço isso nem dentro de casa, tá? Olha a moral que eu tô te dando. Então faz o pagamento aí que eu abro live só pra você'", complementou.

Além das desavenças pessoais, a polêmica entre o ex-casal gira em torno de um aplicativo de transmissões virtuais monetizadas. Na conversa, Cássio disse que ganhou até R$ 25 mil mensalmente com o agenciamento de mulheres para produção de conteúdo na plataforma --trabalho realizado em conjunto com a ex. 

No entanto, Perlla teria vendido conteúdos adultos, o que é proibido pelas regras do aplicativo. Bruno questionou se esse comportamento podia ser considerado "prostituição digital" e o empresário respondeu: "A palavra é forte, mas é isso. Não tem outra palavra pra resumir o que rola ali dentro. A gente sabe quem ganha trabalhando da forma da Bigo e quem ganha por fora".

O Notícias da TV entrou em contato com a assessoria de Perlla, de Cássio Castilhol e do aplicativo Bigo Live, mas não obteve retorno até a publicação deste texto.

Confira a entrevista de Cássio Castilhol:

Confira a live de Perlla:

Ver essa foto no Instagram

Na real tudo sobre meu ex cassiocastilhol pai de minhas filhas.

Uma publicação compartilhada por Perlla (@perlla) em

TUDO SOBRE

A Fazenda

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?